POLÍCIA

Setor de Homicídios de Mogi elucida morte de jovem que o corpo foi encontrado perto de represa

Primeiras informações são de que um irmão teria se matado após reconhecer o corpo do outro. (Foto: Arquivo)
Morte de jovem em Mogi foi elucidada pelo Setor de Homicídios.  (Foto: Arquivo)

O delegado Rubens José Angelo, titular do Setor de Homicídio de Mogi, concluía na tarde de ontem o assassinato de Letícia Puglia, de 21 anos, praticado no último dia 29 à margem da Represa de Taiaçupeba, na Estrada da Estiva. Ele não deu detalhes, mas afirmou que o crime foi motivado por desentendimentos entre a vítima e uma colega, a qual recebeu fotos de pessoas mortas no seu celular enviadas por Letícia e ficou abalada ao ponto de abortar os três bebês que estava esperando.

Diante disso, de acordo com a autoridade, “ela (a colega) contratou “dois moços e outras meninas para darem um susto em Letícia”. A vítima, que era mãe de um bebê, foi ‘zoada’ nos termos usados pela Polícia, agredida e sofreu traumatismo craniano. O titular da Homicídios não identificou os criminosos, o que poderá acontecer hoje. (L.R.)