Sob pressão, Mogi pega vice-líder

 Técnico Edinho Poá, observa treino no Atlético; time terá muita cautela contra Briosa, hoje / Foto: Arquivo
Técnico Edinho Poá, observa treino no Atlético; time terá muita cautela contra Briosa, hoje / Foto: Arquivo

Se melhorar a pontaria, o Atlético Mogi pode voltar com um bom resultado de Santos, onde hoje (20), a partir das 20 horas, enfrenta a Portuguesa, no Estádio Ulrico Mursa. Após perder do então lanterna Manthiqueira, no último final de semana, por 1 a 0, em casa, os mogianos buscam a reabilitação contra o vice-líder do grupo 4 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. No revés da última rodada, o time mogiano perdeu gols por conta dos erros de finalizações e até desperdiçou um pênalti, que poderia siginificar um empate.

A derrota inesperada diante do Manthiqueira atrapalhou os planos do técnico Edinho Poá, que já imaginava os 3 pontos contra o antigo lanterna do grupo. Seria a terceirqa vitória consecutiva e a chance de manter o Atlético no bolo dos quatro primeiros colocados.
O revés deixou o time mogiano em situação delicada na classificação do grupo. Com seis pontos, o Atlético é o quinto colocado, mas os rivais estão abrindo vantagem a cada rodada.

Agora, por conta da derrota, o treinador indica que colocará em cmapo uma equipe mais conservadora, para retornar de Santos com o empate. Assim, ele deve fechar mais o meio de campo.

E Edinho terá que evitar o pior em Santos. É que na rodada da próxima semana o Mogi vai pegar o São Bernardo, que dependendo dos resultados desta rodada, pode ser um duelo em que estará em jogo a quarta colocação do grupo 4, que dá um lugar na segunda fase do Paulista.

Outro problema porque o time do ABC já contratou mais três reforços para a temporada – Diego Araújo, Chuck e Washington este último foi o artilheiro da equipe na temporada passada, com 18 gols.

Após a disputa de cinco partidas, com três vitórias, dois empates, com 11 pontos e invicta na competição, a Portuguesa Santista trabalha para voltar para a Série A-3 do Paulistão – o time caiou em 2009. No último pega, a Briosa passou pelo São Bernardo, por 2 a 1, de virada, em Santos.

Mesmo com os bons números, o técnico Ricardo Costa prega cautela diante do Atlético e prevê jogo complicado. “O Mogi é uma equipe de muita força física que vinha de duas vitórias, mas acabou derrotada em casa. Então, com certeza, eles vão querer reagir, mas nosso planejamento em nossos domínios é vencer sempre”, afirmou o treinador. (Gerson Lourenço)


Deixe seu comentário