NESTE DOMINGO

Teatro Vasques recebe apresentação comemorativa dos 45 anos da escola Regina Ballet

Para celebrar os 45 anos de fundação da escola Regina Ballet, 38 coreografias foram preparadas para encantar o público no Teatro Vasques hoje, em duas sessões, às 15 e 19 horas. As performances formam o projeto ‘Ciclos’ e celebram o ciclo da dança com diferentes estilos e modalidades interpretadas por bailarinos entre 3 e 45 anos.

Tudo se inicia com a formação “baby”, passando pela “1º ponta”, “1º solo”, “1º balé de repertório” e “1º Pas de Deux”, chegando a formatura – etapa representada por Luciana Campos e Sarah Sartori. “Durante o caminho destes ciclos há o nervosismo, a surpresa ao ver a mamãe na plateia que causa o parar de dançar só para dar tchau, ou ver aquela luz diferente que nos tira da concentração e a alegria do aplauso. E existe também a emoção de usar o maravilhoso tutu, aquele figurino que caracteriza a bailarina”, explica Regina Cunha, proprietária da escola.

Vale a pena destacar que cada uma das categorias tem inspirações e provoca reflexões. Os pequenos “babys”, por exemplo, vão dançar a coreografia ‘Caveirinhas’, representando o filme ‘Viva – A Vida É Uma Festa’, e também o ‘Mundo da Imaginação’, lembrando a graça de um unicórnio.

Já as crianças maiores interpretam ‘Cats’, famoso musical da Broadway; depois, os mais velhos dão vida à ‘Floristas’, que trazem esperança por meio da beleza das flores; e os adultos ficam com a missão de emocionar com o ‘Ensaio Sobre a Cegueira’ e também com o número ‘Ces’t la Vie’, a dança ‘Saudades’, a performance ‘A Ilha do Medo’ e ainda ‘Solidão Incerta’, ‘Flamenco’, ‘La Cintura’ e ‘Me Alma’.

Haverá a presença de 12 crianças na peça ‘Paysant’ e por fim os especiais ‘Altas Aventuras’, ‘Meu Refúgio’ e ‘De Todo o Meu Coração’. Resumindo, são 38 coreografias “elaboradas com muito carinho durante quase quatro meses” nas modalidades clássico, jazz, pom dance, contemporâneo e neoclássico.

Tantas representações são justificadas pelos 45 anos da Regina Ballet, programação que começou em abril último, quando o espetáculo de 2018, ‘Por que não?’ foi encenado outra vez no Vasques, mas com novidades. Na ocasião, a fundadora da escola disse que “a data significa muita realização, pois já são 75 pessoas formadas e milhares que continuam dançando no Brasil e exterior”. Para Regina, que hoje trabalha com a quarta geração de artistas, a “dança alavancou em Mogi das Cruzes e região, recebendo mais carinho e respeito ao longo do tempo”.

Os ingressos de ‘Ciclos’ podem ser adquiridos na bilheteria do Vasques, na Rua Dr. Corrêa, 515, no Centro, ao custo de R$ 40,00 por pessoa. Outras informações podem ser obtidas em facebook.com/escolareginaballet ou pelo telefone 4798-1747.


Deixe seu comentário