ACIDENTE

Tenente da Polícia Militar morre na Rodovia Ayrton Senna

Ele colidiu a sua moto Kawazaki com um Fox no sentido Rio de Janeiro. (Foto: Divulgação)
Ele colidiu a sua moto Kawazaki com um Fox no sentido Rio de Janeiro. (Foto: Divulgação)

Foi sepultado, às 11h30 de ontem, no Cemitério das Flores, em São José dos Campos, o tenente Jeancarlo Bindandi Domingues, de 26 anos, do 28º BPM/M, na zona leste de São Paulo. Ele sofreu múltiplas fraturas na cabeça e braços, por volta das 14 horas desta segunda-feira, depois de colidir, na Rodovia Ayrton Senna, km 45, no Bairro do Taboão, a sua moto Kawazaki Ninja 300, com a traseira do Fox, conduzido por Gislaine Aparecida Marcocio, de 53 anos, com destino ao Rio de Janeiro.

A motorista nada sofreu apesar de o seu veículo ficar danificado. O oficial da PM foi lançado à distância na pista e em estado gravíssimo, já que teve afundamento do crânio com a perda de massa encefálica. Ele chegou a ser removido ao Hospital Luzia de Pinho Melo, mas faleceu. Jeancarlo estava há 5 anos na Corporação.

O delegado Denis Miragaia e o escrivão Roberto Militão tiveram trabalho para identificar o tenente Jeancarlo, uma vez que não portava documentos e inicialmente sequer se sabia que ele era oficial.

A ocorrência ficou registrada pela autoridade como acidente de trânsito (colisão), morte suspeita e posse ilegal de arma de fogo.

A Polícia Rodoviária constatou que a Kawazaki destruída não tinha placa, o que é irregular. Além disso, perto do local onde ele sofreu a queda havia uma pistola automática, de calibre 380, com quatro projéteis. A situação se complicou, pois a arma tem a numeração suprimida. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso.