SEMANA NACIONAL DO TRÂNSITO

Trânsito na região do Mogi Moderno terá mudanças nesta terça-feira

LOCAL Agentes de trânsito devem orientar o trânsito a partir de hoje no cruzamento das ruas Pedro Machado e Dr. Deodato. (Foto: arquivo)
LOCAL Agentes de trânsito devem orientar o trânsito a partir de hoje no cruzamento das ruas Pedro Machado e Dr. Deodato. (Foto: arquivo)

As mudanças no trânsito na região das ruas Pedro Machado e Dr. Deodato Wertheimer, no bairro Mogi Moderno, estão programadas para começar a partir das 10 horas de hoje, segundo a Secretaria Municipal de Transportes. A ação é a primeira da Semana Nacional do Trânsito, que segue até o dia próximo 25 com uma série de atividades com o objetivo de reduzir os indicadores de morte nas ruas da cidade. A agenda conta com conscientização dos motoristas e pedestres, ações nas escolas e simulação de acidente.

A partir de agora, o motorista que vem sentido Bairro-Centro não poderá mais acessar a avenida Pedro Machado, na altura da padaria Santa Rita, para chegar ao Mogi Moderno. Ele terá de usar um acesso anterior, na rua Dr. Gabriel Prestes e depois a rua Oscar Tompsom. Para isso, foi realizada a readequação do canteiro existente no cruzamento da avenida Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira com a rua Gabriel Prestes.

Outra alteração que exige atenção do motorista é na implantação de mão única de direção, sentido avenida Brasil, na Pedro Machado – entre a Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira e a rua Vereador José Silveira. Esta última também terá mão única entre a Pedro Machado e a Dr. Deodato Wertheimer, no sentido da primeira para a segunda.

Segundo a pasta, cerca de 58,6 mil veículos transitam nessa região diariamente e as conversões trazem problemas para o trânsito, inclusive de pedestres. “A partir das 10 horas, os agentes de trânsito vão ajudar na fluidez. Eles ficarão lá por alguns dias. É uma grande intervenção”, explicou o secretário.

Amanhã, a Secretaria fará o lançamento oficial da Semana Nacional de trânsito, às 10 horas, no Cemforpe, com destaque para a cartilha Sinfonia no Trânsito. O material traz três personagens principais, além de histórias dos participantes do projeto Canarinhos do Itapeti, que precisam se deslocar pela cidade para os ensaios e observam as placas de trânsito. Inicialmente, a cartilha recebe tiragem de 25 mil exemplares, que serão entregues aos estudantes do ensino fundamental.

Se nós trabalharmos bem com as crianças, a ideia que isso seja assimilado pelos pais é muito maior. O adulto já criou todas as manias de levar vantagem em tudo. Poucos acidentes ocorrem por problemas no viário, a maior parte é por imprudência. Então, é preciso educação de trânsito”, destaca.

Na segunda quinzena no mês de outubro, a pasta deverá fazer a abertura do canteiro central da avenida Francisco Rodrigues Filho, no Nova Mogilar, a fim de permitir ao motorista que vem da Praça Ramirez Assumpção Eroles com destino a César de Souza não precise ir até a rotatória do Habib’s. Ele poderá seguir reto saindo da avenida Antônio de Almeida, atravessar a área onde havia o canteiro e virar à esquerda. “Hoje, das 7h30 às 8h30, todo mundo resolve ir para o mesmo local, que é a região central da cidade, e isso trava o trânsito ali. Além dessa intervenção, a gente pretende fazer um cruzamento na Praça do Habib’s, mas isso faz parte do projeto Mogi+Eco Tietê e deve levar mais um tempo”, detalhou o secretário.

A pasta divulgou ainda que finalizou estudo e deve iniciar o processo de licitação para troca de 503 placas de orientação na cidade. Essas têm diferencial porque foram pensadas na cidade no geral, e não apenas em um trecho. Ou seja, vai facilitar a orientação de quem precisa andar por longos trechos no município.

Além disso, também é desenvolvido pela pasta o Plano de Orientação de Tráfego das linhas do transporte municipal, a fim de verificar possíveis necessidades de alteração nas rotas.

Acidentes já mataram 40 pessoas este ano na cidade

De janeiro a julho deste ano, 40 pessoas morreram no trânsito mogiano. O número é igual ao mesmo período de 2018. Ainda assim, a expectativa da pasta é terminar 2019 com volume menor que o registrado nos 12 meses de 2018: 62. Mogi das Cruzes é a cidade do Alto Tietê onde mais pessoas perdem a vida no trânsito, sobretudo pedestres e motociclistas, aos finais de semana.

Você tem 450 mil habitantes e 266 mil veículos, e o que a gente tem reparado é que esses acidentes não ocorrem no mesmo local. Se fossem, seria um problema de sinalização, mas é realmente imprudência. Um dos exemplos é a Guilherme Giorgi, que os motoristas passam em alta velocidade, sendo que a sinalização mostra a velocidade de 60 km/h”, destacou.

Deixe seu comentário