Trânsito

Com respeito a posição enviada e publicada no sábado sobre a passagem subterrânea, através do leitor Paulo Sergio da Silva Pimentel, tenho algumas indagações, coisa que já fiz anteriormente e não obtive resposta das autoridades. Havia solicitado anteriormente das pessoas envolvidas nessa obra, que nos dessem um parecer de como iria ficar o trânsito. Pois, algumas informações conhecidas, foi que devemos ter algumas alterações e depois vemos como fica. Não é possível que as pessoas envolvidas nisso possam dar simplesmente uma resposta, alteramos e depois tomamos providencias. É preciso um estudo adequado para a solução do problema, para não depois vir os quebra galho. Pois se não vejamos: o trânsito vai ser desviado pela Rua Campos Sales e depois acessa a Rua Cabo Diogo Oliver. Primeiro: a passagem de nível esta parecendo um caminho de carroça, em desnível e as ruas nesse acesso precisam de melhorias. O mesmo ocorre na passagem da Rua Dr. Deodato que encontra-se em pior situação, o que diminui a velocidade, coloca em perigo os pedestres, e a Rua toda encontra-se com buraco e sem manutenção e sem sinalização. A sinalização vertical e horizontal de Mogi é péssima. Aí faço a pergunta: isola-se o trânsito pela passagem de nível, fazem-se os desvios e depois vamos ver como fica? Isso é um absurdo, tratando-se de uma Cidade com mais de 400 mil habitantes e tendo em seu comando pessoas que agem dessa maneira.  Precisamos profissionalizar a nossa administração, ter profissionais que ajam pensando no futuro e não no tapa-buraco. Pensem nisso srs. administradores e políticos de Mogi. As eleições estão aí, e essa não pode ser uma obra eleitoreira, que vai eleger o novo prefeito.


Deixe seu comentário