DESDOBRAMENTO

Trio confessa assassinato de motorista de aplicativo em Suzano

PERIGOSOS Ana Karoline, Isaias da Silva e Jonatas Rodrigues tiveram a prisão temporária decretada: suspeitos de outros roubos. (Fotos: divulgação)

O delegado Rubens José Angelo, titular do SHPP (Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa), confirmou ontem a participação de três assaltantes que residem em Jundiapeba no latrocínio (matar para roubar) do motorista de aplicativo Osmar de Souza Prado, de 36 anos. Ele foi morto a tiros na madrugada do último sábado, dia 29, na avenida Governador Mário Covas, no Jardim Lincoln, em Suzano.

Os criminosos são Isaias da Silva Santos, Jonatas Alves Rodrigues, ambos de 18 anos, e Ana Karoline Martins Rechinski, de 21 anos. Os acusados foram qualificados, indiciados e interrogados no Setor de Homicídios. O marginal Isaias confessou que “iríamos roubar qualquer carro naquela madrugada, não sabíamos que a vítima era motorista de aplicativo”. A versão dele foi confirmada pelos comparsas. Diante das provas coletadas e da confissão dos envolvidos, Rubens Angelo requisitou e obteve a prisão temporária dos suspeitos. O juiz de Direito Bruno Dello Russo Oliveira, da 1ª Vara Criminal do Fórum de Suzano expediu os mandados.

O trio havia sido capturado às 23 horas deste deste domingo, em Santa Isabel, após perseguição da Polícia Militar, depois do roubo do Celta de Elton Braz de Oliveira, de 37 anos, em Suzano. Os criminosos foram autuados em flagratne na Delegacia de Arujá e removidos à cadeia. No momento em que teve o seu Fiat Palio abordado pelo trio, o motorista de aplicativo Osmar Prado transportava as passageiras Lilian Feitosa, de 40 anos, e Dirce de Andrade, de 66 anos. Elas contaram aos policiais que Osmar acelerou o carro para fugir e foi baleado.

Deixe seu comentário