NO LITORAL

Turistas de Ferraz de Vasconcelos são presos sob suspeita de matar mogiano

Suspeitos foram autuados em flagrante na Delegacia de Bertioga. (Foto: G1/Divulgação)
Suspeitos foram autuados em flagrante na Delegacia de Bertioga. (Foto: G1/Divulgação)

Os moradores de Ferraz de Vasconcelos, Marcos Pereira da Silva, de 32 anos, e Carlos César Costa Silva, de 55 anos, continuavam encarcerados, ontem, no Presídio de Guarujá, no Litoral Sul. Capturados na noite de domingo, pela Polícia Militar Rodoviária, eles foram autuados em flagrante pelos crimes de homicídio simples, lesão corporal dolosa (com intenção) e desacato. A dupla é acusada de agredir e matar a golpes de faca o mogiano Gerson Barbosa, de 32 anos, no começo da noite de domingo. Segundo foi apurado, a vítima interveio para tentar impedir que o bombeiro salva-vida apanhasse mais dos acusados em uma briga na praia Vista Linda.

Em meio à confusão, Gerson foi esfaqueado por Marcos, que se afastou e foi até o seu veículo, onde teria pego uma faca. Ao retonar à praia, ele atingiu Gerson no peito.

O bombeiro não teve a identidade revelada. Ele sofreu ferimentos generalizados e foi removido ao pronto-socorro da cidade. Aos policiais, contou que foi advertir os dois suspeitos que não estava correto retirar a placa de sinalização de alerta instalada na praia em local estratégico.

Naquele momento, segundo o bombeiro relatou, foi desacatado e o ataque se agravou quando disse que era bombeiro da Polícia Militar. Os agressores somente fugiram após a aproximação de outros banhistas. Gerson foi esfaqueado e chegou a ser socorrido, mas faleceu. A Polícia Militar foi acionada, realizou cerco e conseguiu capturar os dois criminosos. O corpo de Gerson foi levado para o Instituto Médico Legal e somente liberado depois de ser concluída a necropsia.


Deixe seu comentário