INFORMAÇÃO

Uma homenagem ao mestre Armando

Evento será promovido pelo Cepeca da USP, no Casarão do Carmo

As muitas atividades do professor Armando Sérgio da Silva relacionadas à área da Cultura serão lembradas, hoje à noite, a partir das 20 horas, no Casarão do Carmo, quando ele será homenageado por integrantes do Centro de pesquisa em Experimentação Cênica do Ator, o Cepeca, da Escola de Comunicação e Artes da Univesidade de São Paulo, criado por ele, em 2007. Os atuais integrantes do Cepeca, a maioria alunos de pós-graduação e ex-alunos de Armando, tomarão parte no evento ao lado de convidados que, de alguma forma, participaram de atividades culturais lideradas pelo mogiano. Atualmente coordenado pelo professor Eduardo Tessari Coutinho, o Cepeca é considerado o primeiro centro de pesquisas acadêmicas em artes cênicas do País, o que demonstra o pioneirismo do trabalho de Armando Sérgio, seu atual coordenador emérito. Para a homenagem também foram convidados integrantes de grupos teatrais que foram fundados ou dirigidos pelo ex-secretário de Cultura de Mogi, como o Teatro Experimental Mogiano (TEM), grupos do Instituto de Educação Washington Luís, da UBC e UMC, entre outros. Rogério de Moura, um dos organizadores do evento, promete muita informalidade durante um coquetel e apresentações de músicas de peças que Armando dirigiu, além de discursos e outros improvisos. “O motivo é especial, pois se trata de uma exaltação aos serviços prestados pelo professor, em sua carreira repleta de benfeitorias e glórias. E nós estamos aproveitando as comemorações dos 12 anos do Cepeca para homenagear Armando, que também foi o fundador e idealizador do Casarão do Carmo, hoje com 30 anos. Na homenagem, o professor receberá uma placa de membro emérito do Cepeca”, diz Rogério de Moura.

Crise?

O grupo Alabarce deve anunciar, em breve, a construção de um novo supermercado na cidade. A tradicional família do comércio mogiano estaria voltando sua atenção para os lados da Mogi-Bertioga, região da Vila Moraes, um dos vetores do crescimento urbano de Mogi das Cruzes.

Cisão

A animosidade entre o ex Marco Bertaiolli e o atual prefeito, Marcus Melo, desceu ao andar debaixo: José Luiz Furtado, o que saiu em defesa da atual gestão, era – até recentemente – um fiel correligionário de Bertaiolli. Funcionário concursado da Prefeitura, é filiado ao PSD e foi candidato a vereador em 2016, indicado por Bertaiolli. Teve 845 votos.

Haja cana

O distrito de Sabaúna irá sediar no próximo final de semana, dias 7 e 8, o 1º Festival da Cachaça, Cultura e Tradição do Alto Tietê. Será na antiga estação ferroviária, com as participações de representantes de alambiques, produtores, expositores, mais praça de alimentação e shows musicais. Entre os expositores, o professor Josemir Ferraz de Campos promete expor exemplares de cachaças exóticas e até afrodisíacas.

Pesquisas

A campanha para valer ainda nem começou, mas o ambiente político-eleitoral mogiano vem sendo esquadrinhado de ponta a ponta por pesquisadores, a serviço de virtuais concorrentes. As consultas avaliam basicamente dois temas: a administração do prefeito Marcus Melo (PSDB), com seus pontos fortes e fracos, além das chances de cada possível candidato a prefeito, de maneira espontânea e estimulada. Os resultados, entretanto, são mantidos no mais absoluto sigilo, permitindo que cada um faça as análises finais e divulgue números que o favoreçam, é claro…

Passam-se os anos, apagam-se mais velas, mas ficam maiores os bolos e melhores os amigos. Tudo isso porque Mogi existe e merece.

Entreouvida, ontem, no Calçadão do centro