SEGUNDA DIVISÃO

União apostará no fator Nogueirão

União saiu na frente em Jundiaí e perdeu do Paulista de virada, como contra o Amparo. (Foto: AlexMar Comunicação - União FC)
União saiu na frente em Jundiaí e perdeu do Paulista de virada, como contra o Amparo. (Foto: AlexMar Comunicação – União FC)

União e Atlético fazem hoje o clássico mogiano para definir quem ficará com a lanterna do grupo 5 do Campeonato Paulista sub-23 da Segunda Divisão. O pega está programado para as 10 horas no estádio municipal Francisco Ribeiro Nogueira, o Nogueirão, na Vila Industrial. A última posição da chave hoje é ocupada do Caçula de Mogi, com 1 ponto em quatro partidas. O alvirrubro também soma um ponto, mas está à frente do rival por ter um jogo a menos e nos critérios de desempate. Um resultado de igualdade hoje será ruim para as duas equipes. O vencedor, se ocorrer, dará um salto na tabela e seguirá na briga por uma das quatro vagas da chave para a segunda etapa do estadual.

Nos clássicos, tudo pode acontecer. Na história do confronto entre os clubes, o União tem uma pequena vantagem. Em 19 partidas, foram sete vitórias para o alvirrubro e seis resultados positivos para o Atlético, com outros seis empates.

Do lado do União, o técnico Gelson Fogazzi deve promover alterações na equipe. Ele gostou da atuação dos jogadores Caio Vinícius e João Victor diante do São José, na última rodada, e pode manter a dupla no pega de hoje nos lugares de Juan e Allan. “Vamos mexer no meio de campo e no ataque para dar mais velocidade, toque de bola e poder de finalização”, afirmou o treinador.

Segundo Fogazzi, Caio e João deram uma movimentação maior ao time, quando o placar estava favorável para o São José ( 1 a 0) e o alvirrubro chegou a empatar a partida no Vale do Paraíba. Além disso, Fogazzi pode alterar o ataque promovendo a estreia do atacante Vágner, que teve sua condição regularizada junto à Federação Paulista de Futebol (FPF) e tem condições de atuar.

O duelo de hoje marca o retorno do União ao estádio Nogueirão. O alvirrubrio só atuou no local nesta temporada na estreia do estadual, no empate sem gols com o Joseense. O alvirrubro folgou na segunda rodada e depois fez dois duelos fora de casa, nas derrotas diante do Amparo e do São José.

Também em situação delicada no campeonato, o Atlético vai buscar a sua primeira vitória. Até agora, em quatro partidas, o time só conseguiu segurar o São José, em casa. O time perdeu do Amparo, fora de casa na estreia, depois empatou com a Águia do Vale. Na sequência caiu diante do Manthiqueira, no Vale do Paraíba, e foi superado pelo Paulista, na Vila Industrial, no último sábado.

Se o treinador do União festeja a inscrição de mais um jogador, o mesmo não pode dizer o técnico Edinho Poá, do Atlético. Após o joigo com o Paulista, ele lamentou a inscrição de apenas 18 jogadores para o campeonato. “Estamos ficando sem opções. Se a diretoria não conseguir reforços, vamos tentar somar pontos agora e pensar em evoluir, melhorar o time no segundo turno”, afirmou Poá.