Vacina imuniza 28 mil em Mogi

Cidade tem 48 suspeitas, 3 casos confirmados e 1 morte / Foto: Divulgação
Cidade tem 48 suspeitas, 3 casos confirmados e 1 morte / Foto: Divulgação

A campanha antecipada de vacinação já imunizou 28.183 pessoas em Mogi. Os idosos são maioria nas unidades de saúde do Município, segundo balanço divulgado ontem pela Secretaria Municipal de Saúde. A meta é atingir 60 mil pessoas até o próximo dia 20 de maio. Na próxima segunda-feira terá início a terceira etapa, destina às puérperas (mulheres que deram à luz há até 45 dias), pessoas com doença crônica (com receita médica que comprove a enfermidade) e indígenas. Já no sábado, dia 30, acontecerá o Dia D, com vacinação em todas as unidades de saúde e pontos volantes em vários locais da Cidade.

Durante a campanha antecipada, os postos de saúde da Cidade registram fluxo de pessoas bastante acima do normal, com filas e distribuição de senhas em alguns deles. Entre os mais movimentados estão as UBSs do Jardim Universo, Jundiapeba e Jardim Camila. Já as unidades do Programa Saúde da Família apresentam tempo de espera menor.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, Mogi já realizou 48 notificações suspeitas de gripe H1N1. Do total, três casos foram confirmados, incluindo a morte de uma mulher de 45 anos, na semana passada.

As ações fazem parte da antecipação da vacinação na Região Metropolitana de São Paulo, solicitada pelo Governo do Estado ao Ministério da Saúde, em função do aumento dos casos de infecção por H1N1.
Além do H1N1, a vacina também protege contra outros tipos de vírus (H3N2 e B/Brisbane) e a antecipação da imunização é uma forma de prevenir o avanço do surto no Estado, onde 667 casos e 75 mortes por síndrome respiratória aguda grave já foram registrados. Desse total, 534 casos e 70 óbitos estão relacionados ao H1N1; em relação ao vírus B, foram 44 notificações e três mortes. (Danilo Sans)


Deixe seu comentário