CARTAS

Vandalismo

Um absurdo o que fizeram com o monumento do Bandeirante, na entrada da cidade. Por mais dúvidas que possa suscitar a estética da obra, nada justifica o ataque contra ela. Ainda mais se veio embalado nos modismos norte-americanos, que não se aplicam em nossas questões domésticas. A estátua do artista mogiano Belini Romano retrata o bandeirante Gaspar Vaz que foi o fundador de Mogi das Cruzes. E que belo tratamento estamos dando à figura que representa o principal responsável por nossa cidade ter sido fundada alguns séculos atrás. Se existem questionamentos quanto ao modo de ação dos bandeirantes, que a estátua sirva para alimentar discussões acerca do papel deles em nossa história, mas nunca como referência para atos de vandalismo puro e simples. O nosso passado não merece isso.

Eunice Gabriel Soares

eunicesoares@gmail.com


Deixe seu comentário