IMPRESSÕES

Versão Premium do Hyundai HB20S exibe qualidades

Versão Premium é a topo de linha do Hyundai HB20S e custa até R$ 72.290 (Foto Luiza Kreitlon/AutoMotrix)

O sedã Hyundai HB20S preserva as mudanças estéticas apresentadas em 2015, marcadas principalmente pela grade hexagonal dianteira com borda e aletas cromadas. Na versão top Premium, os faróis têm projetores, incluindo os de neblina, e luzes diurnas em LED. As lanternas redesenhadas acrescentaram requinte e os frisos cromados nos vidros laterais se estendem até a coluna traseira. As maçanetas externas também são cromadas. Os para-choques dianteiros e traseiros tornaram-se mais robustos e a aerodinâmica foi beneficiada pelos novos defletores no para-choque dianteiro e no assoalho traseiro. Mas os mais de cinco anos que se passaram desde o lançamento do modelo ficam evidenciados na ausência de recursos como controles eletrônicos de estabilidade e tração, controle de velocidade de cruzeiro, direção elétrica e câmara de ré, que se tornaram “lugar-comum” nos projetos mais recentes.
O motor 1.6 flex permanece o mesmo desde o lançamento da linha HB20. Trabalha em conjunto com a transmissão automática de seis velocidades e rende 128 cavalos de potência e 16,5 kgfm de torque. Junto com a remodelação de 2015, o motor ganhou ainda sistema de partida a frio, que eliminou a necessidade do tanque adicional de gasolina. O trem de força possibilita que o modelo faça de zero aos 100 km/h em 10,6 segundos e atinja velocidade máxima de 191 km/h.
Como todos os compactos, o HB20S foi criado para transportar quatro adultos. Até pode carregar cinco, mas será com algum aperto no assento traseiro. Há espaço generoso para as pernas atrás. Existem nichos para abrigar os objetos pessoais, no entanto, sem a fartura que caracteriza os projetos mais recentes. As portas têm bom ângulo de abertura e os ajustes do banco do motorista facilitam a tarefa de encontrar uma posição confortável. O painel de instrumentos tem visualização correta, o volante tem boa empunhadura e os bancos são confortáveis. O porta-malas carrega bons 450 litros.

Frente à concorrência, o HB20S Premium fica devendo importantes itens, mas ainda é boa opção (Foto Luiza Kreitlon/AutoMotrix)

O interior da linha HB20 remete aos modelos maiores da marca sul-coreana. Revestimentos em couro nos assentos, painéis das portas e manopla do câmbio acrescentam requinte. Todos os encaixes são precisos e os revestimentos aparentam qualidade. O isolamento acústico funciona bem. A central multimídia é eficiente, espelha os aplicativos de celulares e ainda oferece um recurso original, que a diferencia da concorrência: TV digital. Dá até para assistir à novela ou acompanhar o telejornal enquanto se encara os tediosos engarrafamentos urbanos.

HB20S Premium exibe interior moderno, com revestimentos de qualidade (Foto Luiza Kreitlon/AutoMotrix)

Os 128 cavalos de potência e 16,5 kgfm de torque do propulsor 1.6 são mais que suficientes para mover com bastante desenvoltura os 1.086 quilos do sedã compacto da Hyundai. A relação peso/potência fica em 8,48 kg/cv. Não chegam a ser números de um esportivo, mas refletem em considerável agilidade na cidade e um desempenho convincente na estrada. Retomadas e ultrapassagens são feitas sem esforço. A direção hidráulica é eficiente, permite movimentar o carro facilmente nas manobras de estacionamento e garante a firmeza recomendável em velocidades altas. As frenagens também são precisas e equilibradas, sem pregar sustos.
O HB20S tem um acerto de suspensão correto e se mostra um sedã bem estável tanto em retas quanto em curvas rápidas. A estabilidade do modelo é particularmente oportuna, já que não há controle eletrônico de estabilidade. Os comandos mais importantes ficam localizados em áreas de fácil acesso e têm funcionamento intuitivo. A visibilidade frontal é boa, porém, a ausência de uma câmara de ré em uma central multimídia tão moderna soa anacrônica e é difícil de justificar. Tira preciosos pontos do HB20S em relação à concorrência, que anda cada dia mais “afiada”.

A lista de itens de série é um dos pontos altos do HB20S Premium, que conta até com TV digital (Foto Luiza Kreitlon/AutoMotrix)

Na versão Premium, a lista de itens de série é um ponto alto. Lá estão ar-condicionado digital e automático, direção hidráulica, fixação Isofix, central multimídia com bluetooth, espelhamento de celulares por meio de Android Auto e Apple CarPlay, TV digital, comandos no volante, computador de bordo, banco do motorista com regulagem de altura, vidros elétricos com função “one-touch”, travas elétricas, chave tipo canivete com comando de travamento das portas, retrovisores elétricos com luz indicadora de direção e com rebatimento elétrico, volante com regulagem de altura e profundidade, rodas de liga leve de 15 polegadas, acendimento automático dos faróis, sensores traseiros de estacionamento, banco traseiro bipartido, alarme volumétrico, volante e pomo de câmbio em couro e airbags laterais. O único opcional são os bancos de couro. O preço do HB20S Premium fica em R$ 70.690. Acrescentando os bancos de couro, vai a R$ 72.290. (Luiz Humberto Pereira/AutoMotrix)

Ficha técnica
Hyundai HB20S Premium

Motor: Gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.591 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, comando duplo no cabeçote, sistema de partida a frio e comando variável de válvulas na admissão. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial.
Transmissão: Automática de 6 velocidades à frente e uma a ré.
Tração dianteira. Não possui controle de tração.
Potência máxima: 128 cavalos e 122 cavalos a 6 mil rpm com etanol e gasolina.
Aceleração de zero a 100 km/h: 10,6 segundos.
Velocidade máxima: 191 km/h.
Torque máximo: 16,5 kgfm a 5 mil rpm com etanol e 16,0 kgfm a 4.500 rpm com gasolina.
Diâmetro e curso: 77,0 mm x 85,4 mm. Taxa de compressão: 12:1.
Suspensão: Dianteira com rodas independentes do tipo MacPherson, com molas helicoidais, amortecedores telescópicos pressurizados e barra estabilizadora. Traseira semi-independente por eixo de torção, barra estabilizadora, molas helicoidais e amortecedores. Não possui controle de estabilidade.
Pneus: 185/60 R15.
Freios: Discos ventilados na frente e tambores atrás. Oferece ABS com EBD.
Carroceria: Sedã em monobloco com quatro portas e cinco lugares.
Com 4,23 metros de comprimento, 1,68 m de largura, 1,47 m de altura e 2,50 m de distância entre-eixos. Airbags frontais e laterais de série.
Peso: 1.086 kg.
Capacidade do porta-malas: 450 litros.
Tanque de combustível: 50 litros.
Produção: Piracicaba, São Paulo.
Lançamento no Brasil: 2013, com reestilização em 2015.
Preço: R$ 70.690.
Preço com bancos de couro: R$ 72.290