MÚSICA

Vital de Souza apresenta tributo a Raul Seixas, hoje, no Teatro Vasques

HOMENAGEM Vital de Souza se entrega hoje a mais uma edição do concerto pensado em quem “não deixa de viver e respirar as músicas e o estilo de vida de Raul”. (Foto: divulgação)
HOMENAGEM Vital de Souza se entrega hoje a mais uma edição do concerto pensado em quem “não deixa de viver e respirar as músicas e o estilo de vida de Raul”. (Foto: divulgação)

Todos os 333 lugares (303 sentados e 30 em pé) do Teatro Vasques foram reservados com antecedência para o show ‘Meu Amigo Pedro’, o 31º tributo do músico mogiano Vital de Souza à Raul Seixas (1945 – 1989), tido como pai do rock brasileiro. Acompanhado da Banda Raízes, o cantor se apresenta às 20 horas de hoje, com repertório composto pelos maiores sucessos do homenageado.

Em três horas de apresentação o público poderá acompanhar cerca de 30 músicas de Raul, como as muito famosas ‘Tente Outra Vez’, ‘Metamorfose Ambulante’, ‘Gita’, ‘Sociedade Alternativa’, ‘Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás’, ‘Mosca na Sopa’, ‘Aluga-se’ e ‘Maluco Beleza’. Além destas, haverá também canções do lado b, ou seja, menos conhecidas, como ‘Cachorro Urubu’, ‘Se O Rádio Não Toca’, ‘Dr. Pacheco’ e outras.

Também será tocada ‘Meu Amigo Pedro’, que dá nome ao evento deste ano. Além de fazer parte do setlist de Vital há muito tempo, esta letra compõe um momento bonito no palco, já que há dois anos vem sendo compartilhada entre o cantor e seu filho, João Pedro.

O artista comemora a venda antecipada dos ingressos: “Temos histórico de lotar o Vasques”. Ele se lembra de anos em que houve fila na porta do Teatro e tinha gente querendo ouvir o show mesmo do lado de fora. “As pessoas não deixam de viver e respirar as músicas e o estilo de vida de Raul, o que faz com que ele seja sempre eterno”, resume.

Já há 32 anos Vital toca Raul (deste 1987), e neste tempo, somente por um ano a cidade não teve um evento dele em homenagem ao “Maluco Beleza”. “Tudo começou enquanto ele ainda era vivo, mas ganhou força mesmo em 1990, depois que ele faleceu. Desde então venho percebendo um aumento da nação raulseixista no Alto Tietê e me sinto honrado em ser ‘locutor’ dele por aqui”, conta o músico que se apresentará ao lado da banda formada por Clóvis Elias no contrabaixo, Flávia Caruso na percussão, Luiz Schafer (Guru) na bateria, Eduardo Sonatta no teclado e Hélcio Marques na guitarra.

O endereço da apresentação é na Rua Dr. Corrêa, 515, no Centro. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 4798-1747.


Deixe seu comentário