TRATAMENTO

Voluntários participam de campanha de doação de sangue que ajuda mogiano

A Campanha do Luidi espera levar 40 doadores de sangue ao Hemocentro São Lucas, unidade da Liberdade, no 2º andar do número 212 da rua Barão de Iguape, hoje. A ação é da família do bebê que mora em Mogi das Cruzes, Luidi Cardoso Tavares. Aos quatro meses de vida, ele luta contra a leucemia, no Hospital da Luz, em São Paulo, há mais de um mês.

Para chamar a atenção para a causa, familiares e amigos do pequeno panfletaram nas ruas e se mobilizaram nas redes sociais para convidar voluntários a ajudarem a repor o estoque do hospital. A mãe dele, Ingrid Cardoso Tavares, afirma que até o momento, ele utilizou cinco bolsas de sangue, durante a primeira etapa da quimioterapia.

No entanto, ele deverá iniciar mais uma fase do procedimento na próxima semana. Além disso, o tratamento deve durar cerca de dois anos, sendo oito meses com maior intensidade. A expectativa é de que ele volte a receber sangue porque o tratamento força a diminuição da hemoglobina. Por isso, a reposição é necessária.

“A campanha tomou uma proporção muito grande, eu sei que até sábado foram 20 pessoas, mas parece que de segunda para cá foram mais pessoas. Ainda não tenho o número certo. Mas neste sábado (hoje) são esperadas mais 40 pessoas. O Luidi está muito bem, melhorou bastante e até a próxima semana deverá deixar a UTI”, conta a mãe.

Os voluntários devem comparecer de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas, até o hospital, na Capital. Aos sábados, das 8 às 12 horas. Para doar, o voluntário não pode ter feito endoscopia, micropigmentação ou tatuagem. Deve ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos.

Tudo bem

Em Mogi, apesar de não fazer parte da campanha, a doação de sangue é realizada na Santa Casa. De acordo com a assessoria de imprensa, o estoque dos sangues mais comuns está em nível bom ou estável. A situação é mais complicada nos hemocomponentes mais raros, como o O- e o AB-, cujo estoque costuma ser mais baixo em todos os bancos de sangue.


Deixe seu comentário