Zagueiro Mina divide opiniões no Barcelona

A vontade do Barcelona em contratar o zagueiro Yerry Mina, do Palmeiras, logo após a Copa do Mundo da Rússia, em 2018, pode não se concretizar. O jornal catalão “Sport” publicou ontem que o plano de trazer o colombiano não é consenso dentro do time, pois membros da comissão técnica consideram que o possível reforço talvez necessite de mais experiência antes de se transferir ao futebol europeu.

Quando trouxe Mina do Independiente Santa Fe, em 2016, o Palmeiras precisou conversar com o Barcelona, clube que também tentava a contratação do defensor. Meses depois a diretoria do time paulista e da equipe catalã se reuniram para acordar a preferência de compra, fixada para julho de 2018, quando o Barcelona pode fazer o pagamento de cerca de R$ 36 milhões para levar o colombiano.

No entanto, segundo o “Sport”, a ideia de trazer Mina não é unanimidade dentro do Barcelona. Com 23 anos, o defensor é visto por membros da comissão técnica como ainda muito jovem para vestir a camisa do time, mesmo que seja para ocupar a reserva. Atualmente o técnico Ernesto Valverde tem como opções para a posição Piqué, Umtiti e Vermaelen.

Outro jornal espanhol, o “Mundo Deportivo”, publicou meses atrás que o Barcelona pensava inclusive em antecipar a vinda de Mina para janeiro.