MENU
BUSCAR
MERCADO

Audi vende o elétrico e-tron Sportback por iniciais R$ 512 mil

O Audi e-tron Sportback, segundo veículo 100% elétrico da marca, está disponível no Brasil desde o final de agosto. Com design esportivo e arrojado, destacado pela carroceria em estilo cupê, o modelo possui autonomia de até 446 quilômetro, de acordo com o ciclo europeu WLTP, e será comercializado em duas versões a partir de R$...

RedaçãoPublicado em 09/10/2020 às 12:10Atualizado em 24/11/2020 às 01:03
Audi vende o elétrico e-tron Sportback por iniciais R$ 512 mil / Divulgação
Audi vende o elétrico e-tron Sportback por iniciais R$ 512 mil / Divulgação

O Audi e-tron Sportback, segundo veículo 100% elétrico da marca, está disponível no Brasil desde o final de agosto. Com design esportivo e arrojado, destacado pela carroceria em estilo cupê, o modelo possui autonomia de até 446 quilômetro, de acordo com o ciclo europeu WLTP, e será comercializado em duas versões a partir de R$ 511.990,00. O Audi e-tron Sportback possui dois motores elétricos que entregam 408 cv de potência e 664 Nm de torque – as forças são distribuídas em 135 kW de potência e 309 Nm de torque na frente e 165 kW de potência e 355 Nm no motor traseiro. A aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 5,7 segundos e a velocidade máxima é 200 km/h, limitada eletronicamente.

O sistema de baterias de íons de lítio é composto por 36 módulos, pesa cerca de 700 quilos e pode ser recarregado desde uma tomada simples de 110V até as de alta tensão. Em estações de recarga ultra rápida de 150 kW, por exemplo, é possível carregar até 80% da bateria em 30 minutos. Ela armazena 95 kWh de energia bruta e é instalada como um bloco plano embaixo da célula de passageiros. Possui uma moldura protetora sólida e laminação de alumínio que abrange os 36 módulos das células, o que deixa o sistema excepcionalmente rígido e à prova de impacto.

Durante ações de desaceleração de até 0,3 g – o que se aplica a mais de 90% dessas ações na condução diária – a bateria de alta tensão é carregada pelos motores elétricos, que atuam como geradores nessas situações. O grau de recuperação em redução pode ser ajustado em três estágios, através das borboletas no volante de. De modo geral, o cupê da Audi obtém até 30% de sua autonomia através da recuperação.

O Audi e-tron Sportback é comercializado em duas versões recheadas de equipamentos de série. A versão Performance traz dentre os itens de conforto bancos dianteiros elétricos em couro com ajuste lombar e memória para o motorista, suspensão a ar adaptativa, ar-condicionado de quatro zonas, teto solar elétrico panorâmico, volante com ajuste elétrico de altura, projeção da palavra e-tron na abertura de todas as portas e luzes internas personalizáveis com 30 opções.

Como itens de segurança, o modelo vem de série com faróis Full LED com assistente de farol alto, controle de cruzeiro adaptativo com assistente de saída de faixa, abertura e fechamento elétrico do porta-malas com sistema “hands-free”, abertura de veículo por proximidade, auxílio de estacionamento com display 360 graus, indicador de pressão dos pneus, espelho retrovisor interno com função antiofuscante automática e oito airbags.

Como equipamentos de informação e entretenimento, os principais destaques são sistema multimídia MMI com navegação e interface Apple Car Play e Android Auto para smartphones. A estrutura do menu é intuitiva como em um smartphone e muitas funções também podem ser controladas através do sistema de controle de voz natural. Há também o Audi virtual cockpit plus, onde o motorista pode escolher entre duas visões que apresentam claramente todas as informações na forma de gráficos nítidos e de alta resolução.

Como opcional nesta versão existe apenas a pintura metálica e um pacote tecnológico que contempla “head-up display”, pre sense dianteiro – que avisa o motorista e prepara o veículo para o caso de uma colisão iminente – e o night vision assist.

A versão topo de linha é a Performance Black, que agrega no interior bancos dianteiros esportivos em alcântara, acabamento interno na cor cinza e teto interior na cor preta. No exterior, incorpora o kit S line com soleiras em alumínio e iluminadas, capa do retrovisor externo na cor preta, frisos decorativos em preto e pinças de freio laranja. De série nessa versão há também o sistema de som Bang & Olufsen 3D, com 16 alto falantes.

Dentro do veículo, o design incorpora no painel e console central dois grandes displays do MMI Touch, de 10,1 e 8,6 polegadas, com retorno tátil e sonoro, levemente direcionados para o condutor. Pelo display superior o motorista controla informações, entretenimento, navegação e configurações do e-tron. No inferior, gerencia entrada de texto, funções de conforto e ar-condicionado com o pulso apoiado confortavelmente na alavanca do console central.

Na Performance Black, além dos opcionais de pintura metálica e pacote tecnológico, podem ser acrescentados os retrovisores virtuais, faróis full LED Matrix HD com luz de direção dinâmica e o Audi Side Assist. Este último é um pacote que contempla tecnologias inovadoras como o Audi Pre Sense traseiro (reconhece a iminência de uma colisão e regula o tensionamento dos cintos dianteiros, posicionamento de banco e fechamento de teto solar e vidros), o Exit Warning Assist (aviso de perigo quando os passageiros estão saindo do veículo), o Audi Side Assist (aviso de perigo em mudança de faixa) e o Assistente de Tráfego Reverso (informa o condutor sobre a possibilidade de um acidente ao realizar uma manobra traseira com a utilização dos sensores e radares do veículo, além de uma breve utilização dos freios caso necessário). Nas duas versões as rodas são de 21 polegadas, sendo que na Performance Black o desenho é exclusivo.

ÚLTIMAS DE Automotor