MENU
BUSCAR

Doria evita implantar medidas mais restritivas no Estado de São Paulo

Em coletiva, governador também anunciou que os idosos de 72 a 74 anos serão vacinados a partir do dia 22

O DiárioPublicado em 10/03/2021 às 14:05Atualizado há 4 meses
Divulgação
Divulgação

Em coletiva neste começo da tarde, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), evitou medidas mais restritivas para o controle da pandemia de covid-19, mesmo após um novo recorde de mortes diárias, com 517 óbitos, registrado ontem.

Em Mogi das Cruzes, a fase vermelha é ainda mais restritiva do que no restante do Estado.

Com a manutenção do Estado na fase vermelha, a possibilidade da fase roxa foi descartada. Além de continuar na Fase Vermelha do Plano São Paulo, o goverrnador também falou da próxima etapa de vacinação contra a doença e garantiu que os idosos de 72 a 74 anos serão vacinados  a partir do dia 22.

Atualmente, o Estado ainda vacina idosos com 77 anos ou mais, e a partir da próxima segunda-feira começa a atender quem tem 76 e 75 anos.

O governo de São Paulo também anunciou ainda a abertura de mais 338 leitos para pacientes de Covid, e um novo hospital na capital paulista.

Ao menos 30 pessoas com Covid morreram na fila por vagas de UTI no Estado. E nos últimos dias, as mortes por Covid têm batido recordes consecutivos e a ocupação das UTIs chegou 82%, a maior de toda a pandemia.

ÚLTIMAS DE Brasil