PREVENÇÃO

Campanha da gripe já imunizou 53 mil pessoas em Mogi das Cruzes

PREVENÇÃO Secretaria Municipal de Saúde aplicou 11.120 doses da vacina no sistema drive thru do Pró-Hiper. (Foto: arquivo)
PREVENÇÃO Secretaria Municipal de Saúde aplicou 11.120 doses da vacina no sistema drive thru do Pró-Hiper. (Foto: arquivo)

Iniciada no dia 23 deste mês, a Campanha de Vacinação contra a Gripe aplicou 53.154 doses em Mogi das Cruzes até quarta-feira, quando foi retomada. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, organizou um esquema de grupos para evitar a aglomeração nas unidades de saúde. Até o dia 15, a imunização está disponível para maiores de 60 anos, profissionais da saúde e outras áreas específicas. A partir do dia 16, será a vez dos professores e pessoas portadoras de comorbidades.

Nesta semana, o Governo do Estado incluiu os profissionais das forças de segurança e salvamento, como policiais civis e militares, Polícia Científica, bombeiros, forças armadas, Guarda Municipal e Defesa Civil, entre os grupos prioritários para atendimento nesta fase atual. A vacina será disponibilizada mediante apresentação de documento ou comprovante da atividade profissional. Os idosos que não foram vacinados anteriormente também serão atendidos.

Outra medida adotada pela administração, que estava em funcionamento até ontem, foi o drive-thru, no Pró-Hiper, onde foram aplicadas 11.120 doses. Também com o objetivo de evitar aglomerações, a medida foi criada exclusivamente para mogianos de carro, sendo obrigatória a apresentação do Cartão SIS. Quem não tiver cartão SIS deveria levar documento de identidade, comprovante de endereço e a carteirinha de vacinação.

A campanha continua até o próximo mês e a partir do dia 9 de maio, as doses serão destinadas a crianças de 6 meses a menores de 5 anos, além de gestantes, puérperas e adultos de 55 a 59 anos.

Neste período, é importante lembrar que, embora a vacina contra a gripe não proteja contra o novo coronavírus, os indivíduos com mais de 60 anos estão tendo prioridade porque estudos mostram que são mais suscetíveis às doenças respiratórias e suas possíveis complicações. Para a faixa etária, mais de 90% da cobertura vacinal esperada já foram efetuadas no município.

A vacinação também ajuda a diferenciar a gripe da Covid-19, ou seja, se a pessoa recebeu a dose de combate à gripe e, mesmo assim, apresentar sintomas como tosse e falta de ar, provavelmente não é o vírus Influenza, o que pode ajudar o médico na solicitação de um exame para verificar a presença do novo coronavírus.

Todos os postos de saúde e unidades da Estratégia Saúde da Família estão aplicando a vacina contra a gripe de segunda a sexta-feira, das 8 às 16h30.


Deixe seu comentário