Diário Logo

O Diário Logo

3 dicas para aproveitar os encantos de Caraíva

A Vila de Caraíva fica no sul da Bahia e ganhou fama por sua tranquilidade e noites de céu estrelado. É como se você estivesse dentro de um planetário! Lá, não passam carros e o sinal de celular falha. Suas ruas são de areia fofa e sem postes. Toda a fiação é subterrânea, e à […]

24 de abril de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

A Vila de Caraíva fica no sul da Bahia e ganhou fama por sua tranquilidade e noites de céu estrelado. É como se você estivesse dentro de um planetário! Lá, não passam carros e o sinal de celular falha. Suas ruas são de areia fofa e sem postes. Toda a fiação é subterrânea, e à noite, o vilarejo fica todo escurinho. Um destino certo para quem quer desacelerar de verdade, mas Caraíva também tem seu lado agitado. Durante a noite, ela se transforma.

Como chegar ao vilarejo?

O aeroporto mais próximo é o de Porto Seguro. De lá, você pode alugar um carro, utilizar o transporte público que sai de Arraial D’Ajuda ou ainda contratar um serviço de transferência particular. A opção com melhor custo-benefício é o aluguel do carro. O trajeto leva até Nova Caraíva, onde é preciso estacionar e pegar um pequeno barco para cruzar o rio.

1. O rio e o mar

Não deixe de caminhar pela vila até a ponta onde o rio encontra o mar. Tecidos coloridos usados como guarda-sóis dão um charme especial ao lugar, que também oferece uma boa estrutura de bares e restaurantes.

Vista aérea da Praia de Corumbau
Piscinas naturais da Praia de Corumbau impressionam os turistas (Imagem: ByDroneVideos | Shutterstock)

2. A Praia de Corumbau

Aproveite a visita para contratar um passeio até Corumbau. O trajeto, feito de bugue, dura cerca de 30 minutos. Depois, um barco cruza o rio em pouquíssimos minutos até a praia. O mar impressiona com suas piscinas naturais na maré baixa e águas cristalinas de tom azul vibrante. O lugar conta com infraestrutura de restaurantes e cadeiras de praia.

3. Noites de Caraíva

Passe pelo menos uma noite no vilarejo ou você vai perder o que ele tem de melhor. Ao cair do sol, a vila ganha um charme muito especial. São diversos restaurantes e bares à meia-luz com música ao vivo, tudo isso sob um céu estrelado. Já na madrugada, casas tradicionais de forró como Ouriço e Bar do Pelé ficam lotadas no verão e no mês de julho. Luaus e festas na praia são comuns na alta estação.

Por Jaqueline Nunes e Mariana Moreira – Revista Qual Viagem

Somos duas amigas apaixonadas por explorar o mundo! Lançamos em 2016 o blog de viagens Modo Férias e nosso maior objetivo é mostrar que viajar é possível e está ao alcance de qualquer um.

Veja Também