Diário Logo

O Diário Logo

5 documentários para celebrar o Dia dos Povos Indígenas

Em 19 de abril é celebrado o Dia dos Povos Indígenas, uma data para honrar culturas, tradições e histórias desses povos no Brasil e ao redor do mundo. Para isso, nada melhor do que mergulhar em documentários que oferecem uma janela para as vidas, tradições e lutas dessa população, permitindo uma maior compreensão e apreciação […]

19 de abril de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Em 19 de abril é celebrado o Dia dos Povos Indígenas, uma data para honrar culturas, tradições e histórias desses povos no Brasil e ao redor do mundo. Para isso, nada melhor do que mergulhar em documentários que oferecem uma janela para as vidas, tradições e lutas dessa população, permitindo uma maior compreensão e apreciação de suas experiências.

Por isso, a seguir, indicamos 5 documentários renomados para você saber mais sobre a luta e os direitos dos indígenas. Confira!

1. O Território (2022)

Cena do documentário 'O Território'
‘O Território’ explora os conflitos nas terras indígenas no Brasil (Imagem: Reprodução digital | National Geographic)

Produzido pela ‘National Geographic’, ‘O Território’ é um documentário que explora as complexidades dos conflitos em torno da demarcação de terras indígenas no Brasil. No longa, um grupo de ambientalistas e cientistas viajam em uma expedição pela remota Amazônia. Enquanto exploram a biodiversidade da região, eles também confrontam os desafios enfrentados pelas comunidades locais e os impactos da exploração desenfreada dos recursos naturais.

Onde assistir: Disney+.

2. Mboraihu – O Espírito que nos Une (2019)

Capa do documentário 'Mborayhu'
‘Mboraihu – O Espírito que nos Une’ explora a luta dos povos indígenas pela preservação de suas tradições (Imagem: Reprodução digital | Fiocruz e ENSP)

Dirigido por Davilson Brasileiro, o documentário coloca em discussão temas relevantes como o papel dos rezadores na luta para preservar a cultura e territórios indígenas e o preconceito enfrentado pelos povos Guarani e Kaiowá, que vivem na região conhecida como Cone Sul, em Mato Grosso do Sul.

Na obra, também são retratados diversos assuntos relacionados à saúde e ao bem-estar dos indígenas, apresentando uma variedade de plantas medicinais e práticas tradicionais utilizadas por eles para os cuidados.

Onde assistir: YouTube.

3. Ex-Pajé (2018)

Capa do documentário 'Ex-Pajé'
‘Ex-Pajé’ desperta a reflexão sobre o extermínio dos povos indígenas (Imagem: Reprodução digital | Netflix)

Premiado no Festival de Berlim com o especial ‘Júri Oficial de Documentários da Mostra Panorama’, o longa desperta a reflexão sobre o extermínio dos povos indígenas. Na obra, um poderoso pajé passa a questionar a sua fé após ter contato pela primeira vez com os brancos, que julgam a sua religião como demoníaca. No entanto, quando a morte passa a rondar a aldeia e a sensibilidade do indígena aos espíritos da floresta se mostra indispensável, a missão evangelizadora dos brancos é colocada à prova.

Onde assistir: Netflix.

4. Piripkura (2017)

Capa do documentário 'Piripkura'
‘Piripkura’ narra a história dos dois últimos sobreviventes do povo (Imagem: Reprodução digital | Maria Farinha Filmes, Grifa Filmes e Zeza Filmes)

Vencedor do prêmio de melhor documentário do Festival do Rio e ganhador na categoria ‘Direitos Humanos’ no Festival Internacional de Documentários de Amsterdã (IDFA), ‘Piripkura’ conta a história dos dois últimos sobreviventes do povo. Na obra, o público acompanha a rotina dos indígenas, que vivem isolados em uma área protegida em Mato Grosso. Para que o local continue sob proteção, a cada dois anos uma expedição da FUNAI os visita, assegurando que eles continuam vivos.

Onde assistir: Prime Video.

5. 500 almas (2004)

Capa do documentário '500 almas'
‘500 Almas’ mergulha na cultura da etnia milenar dos Guató (Imagem: Reprodução digital | Rio Filme e Mixer)

Dirigido por Joel Pizzini, ‘500 almas’ é um documentário que mergulha na cultura da etnia milenar dos Guató, população indígena na região do Pantanal. Na obra, que mistura realidade com ficção, são reconstruídos alguns dos crimes realizados por homens brancos contra o povo e reacende a memória e a identidade da população indígena.

Onde assistir: Prime Video.

Veja Também