Diário Logo

O Diário Logo

5 treinos para aumentar a massa muscular e melhorar o cardio

Ganhar massa muscular e fazer cardio, esses parecem ser dois objetivos diferentes para quem pratica atividade física. Afinal, a ideia de que os exercícios cardiovasculares interferem no ganho de massa muscular ainda impera. Contudo, não é bem assim. Isso porque só se perde massa magra ao fazer cardio se a prática for realizada em excesso, […]

27 de maio de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Ganhar massa muscular e fazer cardio, esses parecem ser dois objetivos diferentes para quem pratica atividade física. Afinal, a ideia de que os exercícios cardiovasculares interferem no ganho de massa muscular ainda impera. Contudo, não é bem assim.

Isso porque só se perde massa magra ao fazer cardio se a prática for realizada em excesso, sem a nutrição adequada e sem a inclusão de treinos de resistência. Do contrário, segundo uma pesquisa realizada pela Universidade St. George, em Grenada, a combinação entre as modalidades é excelente, pois traz resultados melhores para a saúde do coração, uma vez que beneficia o corpo todo.

Por esse motivo, confira 5 tipos de treino para você aumentar o ganho de massa muscular e melhorar o cardio!

1. Treinamento Intervalado de Alta Intensidade (HIIT)

O HIIT envolve alternar períodos de alta intensidade com períodos de descanso. Nele, o objetivo é melhorar o condicionamento físico e o emagrecimento. Porém, ele também pode ser feito para ganhar massa muscular, basta manter um volume de intensidade satisfatório combinado com carga pesada, como realizado no Swing com kettlebell e burpees.

2. Treino em circuito

O treino em circuito combina exercícios de força com atividades aeróbicas. O objetivo é que o praticante reveze entre uma estação e outra, descansando apenas alguns segundos. Para fazê-lo, você pode utilizar aparelhos de musculação, pesos, halteres ou, até mesmo, elásticos que utilizam o peso do próprio corpo. As pausas, geralmente, são de 60 segundos e o tempo em cada estação é limitado.

3. Crossfit

O crossfit é conhecido por ser um treino de alta intensidade que combina elementos de levantamento de peso olímpico, ginástica e cardio. De acordo com Rick Soares Vieira, especialista em metodologia do exercício e crossfit, a prática da modalidade aperfeiçoa as qualidades físicas, como flexibilidade, potência, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão. Além disso,”melhora o condicionamento físico geral, aumenta a massa magra e diminui o percentual de gordura”, completa o especialista.

Mulher e homem fazendo exercício em casa
Exercícios utilizados na calistenia, como o burpees, aumentam a frequência cardíaca (Imagem: Media_Photos | Shutterstock)

4. Calistenia

Embora a calistenia seja um treino de força, ela também pode ajudar o sistema cardiovascular. Isso porque muitos dos exercícios utilizados na técnica, como saltos, burpees e mountain climbers, aumentam a frequência cardíaca, melhorando a resistência cardiovascular enquanto fortalece os músculos.

5. Treino de resistência

O treino de resistência é uma modalidade que visa sustentar um esforço durante o máximo de tempo possível. No método, são executados diversos tipos de exercícios, como agachamentos, levantamento terra e supino, que aumentam a frequência cardíaca e melhoram a capacidade cardiovascular com o tempo. Mas vale ressaltar: a formação de resistência é diferente para cada pessoa, o que faz necessário um acompanhamento profissional para uma orientação mais detalhada.

Consulte um profissional

Antes de praticar qualquer um dos treinos mencionados, é indispensável buscar o auxílio de um especialista, pois, segundo Felipe Kutianski, professor de educação física, isso evita possíveis lesões e excessos. “É preciso ter cautela para não ultrapassar os limites do próprio corpo. O mais indicado é sempre buscar orientação profissional e treinar a modalidade que você melhor se adaptar”, explica.

Veja Também