MENU
BUSCAR
PANDEMIA

Em 48 horas, prefeituras do Alto Tietê notificam 30 mortes pela Covid-19

Na região, 3.408 morreram segundo apontam os dados dos grupos de Vigilância Sanitária, que somam as mortes após receberem as notificações oficiais

O DiárioPublicado em 22/04/2021 às 18:55Atualizado há 2 meses
Imagem: divulgação
Imagem: divulgação

Os registros do Consórcio para o Desenvolvimento dos Municipios do Alto Tietê (Condemat) revelam que 30 pessoas morreram nas últimas 48 horas. O número é o mesmo alcançado em 24 horas, na terça-feira (20). As prefeituras têm acompanhado uma redução dos óbitos e da ocupação dos leitos hospitalares nas duas últimas semanas.  Em Mogi das Cruzes,  segundo as notificações da Vigilância Sanitária, 1009 pessoas já morreram por complicações da doença que tem um índice de letatidade regional, de 4,7%.

Mogi das Cruzes ultrapassou no início desta semana a triste marca de mil mortes por Covid-19, e segue liderando o rankig regional em números absolutos. Na sequência estão Suzano e Itaquaquecetuba, com 629 e 606 mortes cada, respectivamente. 

Ontem, esse índice oficial de Mogi das Cruzes subtraiu uma casa porque uma pessoa havia sido registrada erroneamente como moradora da cidade. Foram três mortes computadas pelo Grupo Técnico de Vigilância Sanitária em 48 horas, no município.

Esse índice, no entanto, não reflete a realidade dos enterros porque ele se baseia nos dados oficiais recebidos pelas prefeituras. Para se ter uma ideia, apenas no dia 21, 10 pessoas foram sepultadas sem velório e com o atestado de óbito acusando a presença do coronavírus.

Na região, afirma o Condemat, morreram 3.408 pacientes, desde março do ano passado. Mogi segue com o maior número de óbitos. 

Na região foram confirmados 79.546 casos, e  57.242 pessoas estão recuperadas.

Os dados podem ser acompanhados diariamente no site do Condemat, que tomou para si a responsabilidade por organizar e contabilizar a contabilização dos casos. Os dados divulgados foram levantados entre 14 e 17 horas, desta quinta-feira.

O fato de o total de mortes coincidir com os dados de terça-feira provoca certo alento, no entanto, há de se considerar que, após feriados, há um tradicional represamento dos dados.

Leitos 

A rede pública de Mogi das Cruzes tem apenas quatro dos 103 leitos de UTI Covid disponíveis, segundo o balanço divulgado na manhã desta quinta-feira (22), pela Secretaria Municipal de Saúde. O percentual de ocupação fica em 96,1%. 

Na enfermaria que também atende a pacientes em tratamento da Covid-19, a oferta de leitos é maior. São 147 ao todo, na rede pública, dos quais 117 estão ocupados (78,5%) (leia mais).

Estado

O Estado de São Paulo registra nesta quinta-feira (22) 90.810 mortes e 2.793.750 casos de Covid-19 desde o início da pandemia. Entre os infectados, 2.436.590 estão recuperados e, desse total, 285.036 estiveram internados e receberam alta hospitalar.

São hoje no estado 23.031 pacientes internados, sendo 10.826 em unidades de terapia intensiva e 12.205 em enfermarias. A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 81,4% e na Grande São Paulo é de 79,4%.

Está vigente a Fase de Transição do Plano São Paulo, adotada diante da reversão da tendência de crescimento das internações, casos novos e óbitos, alcançada com as Fases Emergencial e Vermelha desde março.

ÚLTIMAS DE Cidades