MENU
BUSCAR
JUSTIÇA

Itaquá recorre para continuar pagando adicional a estudantes

Prefeitura ingressa com recurso junto ao Tribunal de Justiça para evitar suspensão do pagamento do adicional de nível universitário a servidores

O DiárioPublicado em 01/05/2021 às 10:10Atualizado há 2 meses
A Prefeitura Municipal de Itaquaquecetuba aguarda o julgamento do Tribunal de Justiça / Divulgação - Prefeitura de Itaquá
A Prefeitura Municipal de Itaquaquecetuba aguarda o julgamento do Tribunal de Justiça / Divulgação - Prefeitura de Itaquá

A Prefeitura de Itaquaquecetuba entrou na tarde de quinta-feira (29), com recurso junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, a fim de revogar a liminar concedida para o não pagamento do adicional de nível universitário dos servidores públicos municipais. 

A liminar concedida a requerimento do Ministério Público do Estado de São Paulo proíbe que a Administração Pública Municipal faça o depósito do valor do referido adicional já na folha de pagamento deste mês de maio. 

Esse primeiro recurso foi efetuado pelo corpo jurídico da Prefeitura Municipal na tentativa de revogar a referida liminar e, por conseguinte, não prejudicar os servidores com a suspensão do referido pagamento. 

Diante da realidade conhecida e necessidade, além da importância deste benefício, a Prefeitura Municipal de Itaquaquecetuba aguarda o julgamento do Tribunal de Justiça, para que de fato, os servidores públicos municipais não sejam prejudicados. “Nos comprometemos com todos os servidores públicos a recorrer a todas as instâncias da justiça para que esse direito não seja retirado de todos os funcionários que se prepararam tanto e investiram na sua carreira profissional para obter essa gratificação”, finalizou o prefeito Eduardo Boigues (PP).

ÚLTIMAS DE Cidades