Diário Logo

O Diário Logo

Álbum ‘Meu Quintal’, de Henrique Abib, é lançado nas plataformas musicais

Disco foi publicado na íntegra na última quinta-feira (16), em homenagem ao compositor que completaria 67 anos

17 de maio de 2024

Compositor mogiano conseguiu ouvir o disco antes de falecer | Reprodução

Reportagem de: Ana Lívia Terribille

Como forma de homenagear os talentos do cantor e compositor mogiano Henrique Abib, que faleceu em julho do ano passado, vítima de um câncer no fígado, o disco ‘Meu Quintal’, última gravação do artista, está disponível e pode ser conferido nas plataformas musicais, como Spotify, Deezer e Apple Music.

O álbum foi lançado na íntegra na última quinta-feira (16), data em que o compositor completaria 67 anos, tornando-se uma novidade para o público, já que é a primeira vez que as pessoas estão conferindo a capa do disco, criada por André Otani e Weberson Santiago, dupla à qual Abib havia encomendado a arte.

A audiência pode conferir ainda, além da canção escolhida para a estreia do disco, chamada de “Sambaqui”, músicas como “O Maquinista”, “Navegador”, “Maria do Luar”, entre outras.

OUÇA:

Segundo Mateus Sartori, produtor e amigo pessoal do cantor, o disco vinha sendo produzido normalmente, mas devido ao estado de saúde do compositor, foi necessária uma força-tarefa dos amigos para acelerar o processo das canções, com o objetivo de permitir que Abib pudesse ouvir as produções.

Foi dito ainda que Abib conseguiu ouvir o disco antes de partir e que o próprio Mateus foi o responsável por levar o álbum até o hospital e cumprir esse desejo. O compositor faleceu logo depois.

Vale destacar que o disco foi gravado no Estúdio Municipal de Áudio e Música de Mogi das Cruzes (EMAM), por meio de edital municipal, sendo composto por 11 faixas, com intérpretes como Gui Bandeira, Pedro Abib, Aline Chiaradia, Paulo Henrique (PH), Gui Cardoso, Mateus Sartori, Waldir Vera, Valéria Custódio e Lívia Barros.

Sobre o disco

A canção escolhida para estrear o álbum foi “Sambaqui” e todas as músicas que compõem “Meu Quintal” são composições próprias de Henrique. A ideia reúne registros de memórias e reflexões alimentadas ao longo do tempo.

CONFIRA OUTROS DETALHES:

Veja Também