A voz doce de Henriette Fraissat, de 72 anos, voltou a encantar os jurados do The Voice + na tarde deste domingo (28) e passou para a próxima fase do programa, sendo a primeira escolhida por Daniel. Cantando “De volta pro aconchego”, que já foi sucesso na voz de Elba Ramalho e foi composta por Dominguinhos e Nando Cordel, a artista de Mogi das Cruzes arrancou aplausos empolgados dos técnicos do programa e emocionou, em especial, Cláudia Leitte, que ficou com os olhos marejados.

“Não teve um momento em que me preocupei se ela acertaria a nota e a música, eu me senti nos braços da paz”, disse a cantora ao fazer sua avaliação. Henriette é do time de Daniel, que também não poupou elogios. "'De volta pro aconchego' uma canção que toca por si só nossos corações. Mas você interpretou de uma forma só sua, muito diferente de todas as interpretações que eu já tinha visto”, afirmou.

LEIA TAMBÉM: Morador de Poá, Jorge Darrô é eliminado no The Voice+

Antes de informar que escolheria a cantora de Mogi, o sertanejo voltou a tecer elogios. "Eu vou escolher o espetáculo que essa voz deu hoje. Eu me senti em casa com ela, me senti acolhido. É um tipo de apresentação que vai penetrando dentro de você, a voz dela me trouxe isso hoje".

No palco, Henriette brincou dizendo "Agora eu vou desmaiar" e não deixou de agradecer a Deus e toda a bancada de jurados do programa, que além de Claudia Leitte e Daniel, é composta ainda pelos cantores Mumuzinho e Ludmilla.

Trajetória

A estreia de Henritte no The Voice+, no dia 31 de janeiro, foi com os versos de ‘You Are So Beautiful’. A escolha foi certeira e virou as quatro cadeiras do reality show musical voltado para artistas com mais de 60 anos.

Antes disso, por 30 anos, o mundo ficou sem ouvir a voz da cantora. O hiato só foi quebrado após ela vencer barreiras pessoais. Nascida em São Paulo, mas moradora apaixonada por Mogi, ela descobriu o dom do canto ainda criança. Chegou a fazer jingles e a se apresentar. Mas por ciúmes do marido, não cantava nem no chuveiro. Virtuosa, encontrou outros talentos para ganhar a vida: o de cuidar do próximo e o de ensinar

Sempre alegre. Sempre com alto nível de jazz e bossa nova. E agora vista e ouvida não só por Mogi, mas por todo o Brasil. Essa é Henriette Fraissat, não mais em silêncio. (relembre a trajetória dela).