MENU
BUSCAR
Destaque

Alunos de projeto voluntário são selecionados pelo Mogi Basquete

De quatro alunos que participaram da seletiva, dois foram escolhidos para atuar na categoria sub-13 do time mogiano.

O DiárioPublicado em 15/09/2021 às 13:46Atualizado há 2 meses
Victor Monteiro Inocêncio e Alexsander Juliano de Oliveira Fonseca foram selecionados para o time / Divulgação - Prefeitura de Mogi
Victor Monteiro Inocêncio e Alexsander Juliano de Oliveira Fonseca foram selecionados para o time / Divulgação - Prefeitura de Mogi

A paixão pelo basquete levou o professor de Educação Física da rede municipal de ensino de Mogi das Cruzes, Anderson Borges Vellozo, a desenvolver um projeto voluntário sobre a modalidade no Cempre Oswaldo Regino Ornellas, em Jundiapeba. No final de agosto, a iniciativa comemorou uma grande realização com a entrada de dois alunos na categoria sub-13 do Mogi Basquete.

De quatro alunos que participaram da seletiva, foram selecionados Victor Monteiro Inocêncio e Alexsander Juliano de Oliveira Fonseca, ex-alunos do Cempre, onde o professor leciona. Os treinamentos na equipe principal já começaram. “Ele está participando há duas semanas e está gostando bastante. O professor Anderson tá sempre muito presente”, contou Jenifer de Oliveira Monteiro Inocêncio, mãe do Victor.

A inspiração para o projeto CORO BASKET, realizado de forma voluntária, surgiu em 2017 quando o professor e sua esposa começaram a acompanhar a equipe mogiana. “Criamos um vínculo muito forte com o basquete da cidade, tanto que logo em seguida nos tornamos sócio-torcedores e de lá para cá essa paixão só aumenta”, contou Vellozo. O Cempre atende mais de 600 alunos e faz parte do Programa Escola de Tempo Integral. 

Em 2018, o professor ainda não lecionava aulas de basquete na escola, mas inscreveu os alunos no campeonato municipal interescolar, realizado naquele ano. Somente três escolas se inscreveram para participar da modalidade. “Observei na competição que eram alunos que não praticavam a modalidade e não sabiam que existia um time profissional de basquete na cidade, referência nacional no basquete no Brasil”, contou. 

No ano seguinte, em conversa com a gestão da unidade escolar, o basquete foi incluído nas oficinas esportivas do período integral. Os alunos do Cempre Oswaldo Regino Ornellas se identificaram com a modalidade e naquele ano a paixão pelo basquete ultrapassou o horário da aula e nasceu o CORO BASKET, projeto voluntário de treinamento de basquete desenvolvido pelo professor.

No primeiro ano do projeto, a equipe venceu o campeonato interescolar municipal nas categorias basquete sub-12 e no basquete 3x3 sub-10 e sub-12. Nos Jogos Interescolares da MM Calçados, o grupo venceu o basquete 3x3 sub-10. “Acredito o sucesso na seletiva tenha sido o momento de maior felicidade que tive em relação ao projeto de basquete. É muito emocionante e nos faz ter mais motivação para continuar".

ÚLTIMAS DE Esportes