Diário Logo

Notizia Logo

Com gol nos acréscimos, Brasil empata com a Espanha em Madrid

Endrick foi o destaque da partida pelo lado brasileiro; pênaltis marcados para a seleção espanhola geraram reclamações

26 de março de 2024

Rodrygo conduz a bola no campo ofensivo do Brasil enquanto o meio-campista Rodri tenta marcá-lo | Rafael Ribeiro - CBF.

Reportagem de: Fabio Pereira

A seleção brasileira de futebol masculino empatou por 3 a 3 contra a Espanha durante amistoso realizado nesta terça-feira (26/03). O jogo, que ocorreu no Santiago Bernabéu, em Madrid, foi marcado por mais uma boa atuação do jovem atacante Endrick, de 17 anos. O jogador do Palmeiras foi às redes pela segunda vez consecutiva vestindo as cores da amarelinha. Ele, que já havia anotado um tento contra a Inglaterra, no último sábado (26/03), foi um dos fatores positivos da partida. 

O Brasil iniciou as ações jogando no campo defensivo e, consequentemente, exercendo uma marcação atrás da linha da bola. Por sua vez, os espanhóis dominavam o meio-campo e realizavam tabelas no melhor estilo tiki-taka – sistema que prioriza as tabelas -, bem como a posse de bola. 

Não demorou muito para que a superioridade espanhola gerasse resultado. Logo aos 12 minutos, Rodri abriu o placar para o time da casa, após pênalti cometido por João Gomes. O domínio da seleção espanhola era explícito, mas o Brasil tentava responder à altura. Em uma bela jogada na lateral direita da defesa brasileira, aos 35 minutos, Dani Olmo fez uma jogadaça dando uma caneta no zagueiro Beraldo para, na sequência, encher o pé no canto direito do goleiro Bento. 

Reação brasileira 

Apesar da desvantagem enorme no primeiro tempo, o Brasil não ficou abalado. Aos 40 minutos, após vacilo da defesa espanhola em uma péssima saída de bola, Rodrygo aproveitou a falha e encobriu o goleiro Unai Simón. Com o gol, a seleção brasileira voltou mais animada para o 2º tempo. 

Logo aos 10 minutos da segunda etapa da partida, em um escanteio para o Brasil, o jovem atacante Endrick se posicionou bem após o desvio da defesa espanhola e, de primeira, acertou um belíssimo chute para igualar o marcador. Porém, na parte final do amistoso, aos 87 minutos, Rodri marcou o seu segundo gol após o árbitro português António Nobre marcar um pênalti questionável. Apesar disso, Lucas Paquetá deu números finais ao jogo – quando o ponteiro marcava 96 minutos -, também de penalidade máxima, o camisa 8 deslocou o goleiro espanhol e, assim, fez a alegria do público brasileiro. 

Veja Também