Diário Logo

Notizia Logo

GCM de Mogi encontra 240 caçambas de entulho em reserva legal da Serra do Itapeti

Na tarde desta quarta-feira (6), durante um patrulhamento preventivo, a equipe da Patrulha Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) de Mogi das Cruzes se deparou com uma situação de descarte ilegal em um terreno privado na Fazenda Padima, no Botujuru. A ocorrência foi registrada no Plantão Policial da Delegacia Seccional sob a supervisão do delegado […]

7 de julho de 2023

O Diário

Na tarde desta quarta-feira (6), durante um patrulhamento preventivo, a equipe da Patrulha Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) de Mogi das Cruzes se deparou com uma situação de descarte ilegal em um terreno privado na Fazenda Padima, no Botujuru. A ocorrência foi registrada no Plantão Policial da Delegacia Seccional sob a supervisão do delegado Diego Pinto Do Amaral.

Os guardas relataram que, por volta das 16h45, estavam na viatura quando avistaram entulhos no terreno em questão. Três caminhões foram encontrados estacionados no local e todos os veículos estavam vazios no momento da abordagem.

A proprietária do terreno afirmou não possuir licença para utilizar a área como local de descarte, alegando apenas utilizá-la para separação de materiais recicláveis. Após a GCM entrar em contato com a Prefeitura, foi confirmado que a área é uma reserva legal da Serra do Itapeti.

O fiscal de Posturas foi acionado e lavrou as autuações pertinentes. Pouco antes da chegada do fiscal, o marido da proprietária confirmou que o espaço era usado para descarte sem autorização, revelando que aproximadamente quatro caçambas eram despejadas diariamente no terreno. Eles, então, foram autuados no artigo 48 da Lei de Crimes ambientais (nº 9605) e receberam uma multa administrativa de 40 Unidades Fiscais Municipais (UFM’s) que representa cerca de R$9.000, já que cada uma delas custas R$222,54.

Em decorrência dos fatos expostos, todas as partes envolvidas foram conduzidas à Central de Polícia Judiciária para as devidas providências legais. Os veículos encontrados no local não foram apreendidos, uma vez que não foram flagrados sendo utilizados. O terreno foi preservado para realização de uma perícia inicial.

As autoridades competentes prosseguirão com as investigações e tomarão as medidas cabíveis em relação ao descarte ilegal de resíduos nesse terreno privado, ressaltando a importância de preservar as áreas de reserva legal e combater práticas ambientais irregulares.

Veja Também