Diário Logo

O Diário Logo

Aumenta a representatividade do Alto Tietê no governo do Estado

A região, com cerca de 1,8 milhão de habitantes, está mais fortalecida com o espaço que vem conquistando no governo de São Paulo e no parlamento paulista. Isso, na opinião de lideranças locais, demonstra a força política, o potencial e a importância do Alto Tietê para o desenvolvimento do Estado. Essa representatividade maior na administração […]

18 de fevereiro de 2023

Reportagem de: O Diário

A região, com cerca de 1,8 milhão de habitantes, está mais fortalecida com o espaço que vem conquistando no governo de São Paulo e no parlamento paulista. Isso, na opinião de lideranças locais, demonstra a força política, o potencial e a importância do Alto Tietê para o desenvolvimento do Estado. Essa representatividade maior na administração do Estado já era esperada desde a campanha do segundo turno, pelo apoio que Tarcísio de Freitas recebeu da maioria dos prefeitos e deputados da região.  

O primeiro a integrar a equipe do republicano foi o ex-deputado federal de Arujá, Roberto de Lucena (RE), nomeado para a pasta de Turismo e Viagem. O deputado estadual Estevam Galvão (UB) também recebeu convite para participar do governo. Além disso, Tarcísio está apoiando o deputado André do Prado (PL), na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

Todo esse ambiente deve favorecer o Alto Tietê no atendimento das demandas e promessas feitas pelo governador durante a campanha, e os políticos já começam a cobrar a conta. Para Mogi, uma das prioridades é a abertura do Pronto-Socorro do Hospital Luzia de Pinho Melo.  
Nesta reportagem, O Diário destaca o fortalecimento do Alto Tietê e relembra a lista de compromissos assumidos pelo governador com a região.

Força da região

A representatividade do Alto Tietê aumentou no atual governo de São Paulo e deve ganhar maior projeção também na Assembleia Legislativa, com a possível eleição do deputado André do Prado (PL) para presidir o parlamento paulista. No Executivo, o governador Tarcísio de Freitas (REP) abriu espaço para nomes da região no primeiro escalão, com a confirmação do ex-deputado Roberto de Lucena para a pasta de Turismo e Viagem e deve ampliar ainda mais em breve, com a contratação do deputado estadual Estevam Galvão (UB) para integrar a equipe de trabalho.  

A proximidade de lideranças regionais com o governo deve beneficiar Mogi e as cidades vizinhas com obras, equipamentos e serviços. Os políticos entendem que esse interesse em prestigiar nomes do Alto Tietê é uma forma de reconhecimento por parte do governador da importância da região para o desenvolvimento do Estado.

O relacionamento entre o govenador com o Alto Tietê ficou mais próximo durante a campanha de segundo turno das eleições de 2022, com o apoio que recebeu da maioria dos prefeitos da região.

Turismo

O nome de Lucena, de Arujá, ex-deputado federal também republicano que não conseguiu se reeleger em 2022, foi  confirmado por Tarcísio, antes mesmo da sua posse. A escolha de uma liderança regional para o cargo,  na opinião do secretário, demonstra a “extrema importância” do Alto Tietê para o desenvolvimento do Estado como um todo, e para o turismo paulista. Ele destaca o potencial turístico da região, que concentra cinco Municípios de Interesse Turístico (MIT) e uma Estância Turística. 

“Os municípios da região contam com grandes atrativos. Salesópolis é Estância Turística, e Guararema, Mogi, Poá, Santa Branca e Santa Isabel são Municípios de Interesse Turístico.  Todos contam com apoio da Secretaria para melhorar a infraestrutura e desenvolver o turismo. Toda a região pode contar com o nosso apoio irrestrito”, declarou Lucena. 

Nos últimos cinco anos, de acordo com o secretário, já foram repassados mais de R$ 24 milhões para esses municípios investirem em obras de infraestrutura turística. “Temos como meta aumentar os repasses do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), fortalecendo a relação entre a Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo com esses municípios”, diz. 
Nos primeiros dias do governo, o secretário Roberto de Lucena conta que tem se reunido com diversos prefeitos de todo o Estado, inclusive da região do Alto Tietê, para debater as demandas, necessidades e projetos para o desenvolvimento de todo o turismo paulista.

Futuro integrante

Na semana passada o ex-deputado estadual Estevam Galvão de Oliveira (União Brasil) contou que também foi convidado para integrar a equipe do governador pelo secretário estadual de Governo, Gilberto Kassab (PSD), um político considerado influente, bastante conhecido em toda região e muito próximo ao deputado federal Marco Bertaiolli, do mesmo partido, que já contribuiu com liberação de recursos para a cidade quando atuou como ministro.

Na opinião de Estevam, que deixará o mandato em março, esse prestígio do Alto Tietê e de lideranças é resultado de muito trabalho e reconhecimento. “O Alto Tietê tem histórico de bons políticos, pessoas comprometidas e engajadas pela região. Basta olhar a quantidade de obras e serviços que Suzano, Mogi e região conquistaram nos últimos anos”, observa. 

“Ao longo da sua trajetória profissional, o Tarcísio sempre se mostrou competente e muito comprometido. É uma pessoa determinada, disposta a fazer o melhor. Tenho convicção de que seguirá com pleno êxito como governador. É uma satisfação muito grande poder fazer parte deste governo e continuar trabalhando não só pela cidade, mas por toda a região metropolitana”, conclui.

Região privilegiada

O fato do potencial do Alto Tietê – região com 10 municípios e cerca de 1,8 milhão de habitantes, segundo o último Censo, e localização privilegiada -, estar sendo reconhecido e bem representado, na avaliação do deputado Bertaiolli, é positivo porque assim a cidade de Mogi, como as demais, devem ser mais lembradas e privilegiadas no atendimento das demandas.

“Estamos ao lado da Região Metropolitana de São Paulo, com uma logística importante para todo o Estado. Portanto, entendo que a nossa região é fundamental dentro dos planos e projetos do Governo do Estado”, aposta.

O parlamentar destaca ainda que a região é unida, sabe buscar o que necessita e defende seu território, como, por exemplo, aconteceu recentemente com a notícia de que seria implantado um pedágio na Mogi-Dutra. “Trabalhamos e conseguimos que esse projeto não fosse para frente. Da mesma forma, nos unimos para buscar investimentos, como foi a própria duplicação da Mogi-Dutra, entre outros. O Alto Tietê é e sempre será uma referência dentro do projeto geopolítico/administrativo do governo do Estado”, argumenta. 

O secretário de Governo, Gilberto Kassab, como destaca Bertaiolli, sempre teve uma boa relação com Mogi e a região. “Conseguimos, quando eu era prefeito (de Mogi) e ele ministro, vários investimentos para a nossa cidade, como a passagem subterrânea Tirreno Da San Biagio, na Praça Sacadura Cabral, canalização do Córrego dos Canudos, entre outras. O Kassab conhece bem o Alto Tietê, portanto, tenho a certeza que faremos grandes parcerias que resultarão no desenvolvimento econômico, urbano e social da nossa região”, prevê. 

Bertaiolli disse que já está trabalhando para resolver uma das demandas da cidade junto ao governo, que ele considera prioridade para o Alto Tietê, que é a reabertura do Pronto-Socorro do Hospital Luzia de Pinho Melo, no Mogilar. “O sistema de demanda fechada tem causado um estrangulamento na rede pública, principalmente na Santa Casa, que acaba tendo que absorver a procura não só de mogianos, mas de todas as cidades do Alto Tietê”, avalia. 

Ele conta que já esteve com o governador Tarcísio, depois de ter assumido o cargo, para discutir as prioridades da região e atualizar o andamento dos projetos, como a pavimentação da Volta Fria, o alargamento da avenida Japão, entre outros.

 

Favorito na Alesp

O favoritismo do deputado estadual André do Prado (PL), de Guararema, na eleição para a presidência da Alesp, é um ponto favorável para a região, pelo peso do cargo e influência nas decisões que envolvem a distribuição de recursos. A candidatura dele  tem apoio do governador Tarcísio de Freitas. Ele representa a maior bancada da Alesp e disse que vai trabalhar com os demais representantes da região, para que as demandas possam ser atendidas. 

“Tenho certeza de que o governador terá um olhar diferente para o Alto Tietê. É grande a expectativa de que o Tarcísio vai ajudar a região a se desenvolver ainda mais. Na Assembleia Legislativa, vou me empenhar muito para auxiliar o Governo nessa medida. O Alto Tietê é uma região estratégica, que tem demandas importantes a serem vencidas”. 

Como provável presidente da Alesp, André  disse que vai trabalhar para que o Alto Tietê avance nas obras de infraestrutura e mobilidade e colocar para funcionar o Hospital Regional do Alto Tietê, o antigo HC de Suzano. Além da construção da alça de saída do rodoanel na SP-66, entre Suzano e Poá, a duplicação da SP-56, entre Arujá e Itaquaquecetuba. “Também temos que cuidar da macrodrenagem dos municípios para resolver a questão de alagamentos em Itaquaquecetuba, Poá e Ferraz de Vasconcelos, e trabalhar para a modernização das estações da CPTM em Itaquaquecetuba e Mogi. Meu relacionamento com o governador é excelente. Tivemos a oportunidade de conversar sobre alguns assuntos da região. Nesse primeiro momento, ele está nos primeiros meses de seu mandato e se inteirando sobre o Estado e governo”, disse ele.  

Sobre as promessas feitas pelo governador, André reforça que estará à disposição para conversar e discutir cada medida. “Meu trabalho continuará focado a resolver as demandas para atender a nossa população no desenvolvimento do Alto Tietê”, conclui. 

 

Lista de prioridades 

O deputado estadual de Mogi das Cruzes, Marcos Damasio (PL), disse que já começou a cobrar as promessas feitas pelo governador Tarcísio de Freitas ao Pronto-Socoro do Hospital Luzia de Pinho Melo, no Mogilar, e à não instalação de praças de cobrança de pedágio na rodovia Mogi-Dutra. 

“Já conversei com o Kassab sobre estas e outras demandas para Mogi. Sei que o Tarcísio já está ciente e que ele conta com o meu apoio na Alesp. Estando indo para o terceiro mandato consecutivo com quase 200 mil votos e vamos trabalhar para fortalecer este mandato junto ao governo”, declarou Damasio

Ele confirma que o aumento da representatividade política do Alto Tietê melhorou com todas essas indicações de cargos no governo do Estado e o fortalecimento do PL na nova legislatura, com a maior bancada da Alesp, que também ajudará nas articulações das demandas regionais.

No entanto, o trabalho das lideranças – deputados e prefeitos  do Alto Tietê – deve ser intenso para cobrar as principais obras prometidas por Tarcisio.

Além das já citadas, tem ainda a extensão da linha da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM)  até César de Souza, cancelamento do definitivo do projeto de instalação do pedágio na rodovia Mogi-Dutra, construção do acesso da alça de acesso da Ayrton Senna no Distrito Industrial do Taboão, verbas para a nova maternidade de Mogi, incrementar a industrialização e gerar empregos com incentivos fiscais, redução de impostos e abertura de linhas de crédito para fomentar empreendedorismo, ampliar o programa habitacional, entre outras demandas do Alto TIetê.

O governador já teve uma conversa preliminar com as lideranças da região. “A minha gestão será municipalista, de portas abertas, ouvindo justamente os representantes de quem está na ponta, no dia a dia com a população”, prometeu o governador Tarcísio de Freitas.

 

Veja Também