SAÚDE

Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi, lidera internações e número de óbitos na região

PERFIL Referência para o Alto Tietê, Luzia de Pinho Melo tem o maior número de leitos: 280, segundo TCE. (Foto: arquivo)

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) passou a contar este mês com o ‘Painel da Saúde’. A ferramenta online apresenta um panorama da situação de hospitais próprios administrados diretamente pelo Estado e/ou pelos municípios. No Alto Tietê, seis unidades fazem parte do levantamento: três em Mogi das Cruzes e as demais em Arujá, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba. Dentre elas, o Hospital Luzia de Pinho Melo teve o maior número de internações, com 8.439, e a maior taxa de mortalidade, que atingiu os 10,94% em seis meses.

As estatísticas apresentam dados de janeiro a junho de 2019 e, neste período, o Hospital Geral de Itaquaquecetuba foi o segundo mais procurado, com um total de 7.123 internações e taxa de mortalidade de 5,45%. Em Ferraz de Vasconcelos, no Hospital Dr Osiris Florindo Coelho, as mortes foram mais numerosas, com taxa de 6,48% em 4.370 internações.

É possível encontrar no Painel uma divisão por porte das unidades. Aquelas com menos de 50 leitos – caso do Hospital Dalila Ferreira Barbosa, em Arujá – são consideradas pequenas. As que possuem entre 51 e 150 vagas – como o Hospital Municipal de Mogi, em Braz Cubas – são médias. Enquanto as que apresentam um valor acima disso são as grandes, caso de todas as outras quatro unidades da Região.

Outros dados importantes são divulgados pelo Painel, como a quantidade de médicos que prestam assistência. O Luzia tem o maior quadro, com 743 funcionários, seguido pelo Hospital Geral de Itaqua, com 527 e o Dr. Osiris, com 265.

Esses números não seguem a ordem do volume de produção ambulatorial – que inclui atendimentos, consultas e exames. Na primeira unidade foram 475.580 nos seis meses analisados, enquanto em Itaquá foram 193.596 e em Ferraz, 381.222. Os dois últimos estão atrás até mesmo da unidade de Arujá, considerada pequena, mas que fez 381.570 procedimentos no período. Em Braz Cubas foram 218.474 e no Dr. Arnaldo outros 49.540.

Ferramenta

O Painel da Saúde deverá ser atualizado semestralmente, exibindo informações sobre 193 unidades hospitalares, de atendimento geral e especializado, na forma de um mapa do Estado para visualização dos estabelecimentos de acordo com a capacidade e atendimento.

Extraído a partir das bases de dados e informações colhidas junto ao Ministério da Saúde e às Pastas estaduais da Saúde e da Fazenda, o levantamento abrange os 193 hospitais. Não estão incluídos no painel os hospitais de entidades sem fins lucrativos ou filantrópicos, como as Santas Casas.

Por meio da ferramenta, é possível conhecer a quantidade de leitos utilizados para internação (cirúrgicos, clínicos, obstétricos, pediátricos, complementares e de outras especialidades) e os procedimentos realizados (exames laboratoriais e de imagens, procedimentos clínicos e cirúrgicos ambulatoriais, entre outros).

A interface conta com uma ferramenta de busca por hospital que possibilita ao interessado ter acesso a informações cruciais para análise do atendimento prestado e dos recursos hospitalares disponíveis. O serviço pode ser acessado pelo site www.tce.sp.gov.br/paineldasaude.

Painel da Saúde – Alto Tietê de Janeiro a Junho de 2019
Unidade Cidade Internações Leitos Taxa de Mortalidade
Luzia de Pinho Melo Mogi das Cruzes 8.439 280 10,94%
Hospital Municipal Mogi das Cruzes 1.801 79 1,39%
Dr. Arnaldo Mogi das Cruzes 328 206 3,66%
Hospital Geral Itaquaquecetuba 7.123 244 5,45%
Dr Osiris Florindo Coelho Ferraz de Vasconcelos 4.370 258 6,48%
Dalila Ferreira Barbosa Arujá 572 24 2,80%
Fonte: Tribunal de Contas do Estado de São Paulo


Deixe seu comentário