Diário Logo

Notizia Logo

Procon alerta para tentativas de golpes com supostos funcionários públicos em Mogi

O Procon de Mogi das Cruzes faz um alerta para que a população desconfie de atitudes suspeitas e evite golpes. Recentemente, o órgão recebeu reclamações envolvendo supostas entregas de cestas básicas na porta de moradores da cidade. Um homem recebeu em sua residência a visita de quatro pessoas que se identificaram como funcionários do CRAS […]

15 de agosto de 2023

Reportagem de: O Diário

O Procon de Mogi das Cruzes faz um alerta para que a população desconfie de atitudes suspeitas e evite golpes. Recentemente, o órgão recebeu reclamações envolvendo supostas entregas de cestas básicas na porta de moradores da cidade.

Um homem recebeu em sua residência a visita de quatro pessoas que se identificaram como funcionários do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), informando que havia uma cesta básica disponível e que ele poderia receber o benefício mensalmente mediante um cadastro. Para isso, os golpistas solicitaram documentos pessoais e ainda entraram na residência, alegando que uma pessoa da equipe estava passando mal. 

A vítima teve o dinheiro e cartões furtados da carteira e com os dados pessoais e documentos, os golpistas contrataram três empréstimos consignados, além de realizarem saques em dinheiro. O prejuízo total foi de R$22 mil. 

Em outro caso, um motoboy foi à casa de um munícipe e ofereceu uma cesta básica por R$40, que poderia ser paga com cartão de crédito. A operação foi feita em uma maquina de cartão e falhou por duas vezes, sendo concretizada na terceira tentativa.  O golpista subiu rapidamente na moto e não entregou o produto. 

Desconfiado, o consumidor verificou no aplicativo do banco e constatou um prejuízo R$1.340, depois de duas tentativas de compra com valores maiores. 

“Além destes casos, também recebemos a informação que golpistas se passaram por funcionários da coleta de lixo e pediram dinheiro a moradores do Jardim Universo e da área Central. Eles usavam uniformes de operários e alegavam que não haviam recebido o adiantamento da empresa. Fica o alerta: nenhum funcionário da prefeitura ou de empresa que presta serviço ao município faz esse tipo de conduta, como  pedir qualquer valor na porta dos moradores, seja para ajudar os empregados ou para comprar uma cesta básica, por exemplo” alerta a coordenadora do Procon de Mogi das Cruzes, Fabiana Bava.  

A orientação é para que os consumidores tenham muita atenção nas compras feitas fora de loja física em máquinas de cartão – no delivery devem pagar antes da entrega diretamente para a loja e não ao motoboy, pois é possível cair no golpe do falso display, quando visualmente o valor está correto, mas há um dispositivo acoplado acima da máquina e a operação realizada é multiplicada. 

Outra dica importante é manter no celular um alerta do cartão de crédito que avisa imediatamente quando uma compra é efetuada e também quando há bloqueio. Assim, basta conferir no aplicativo da instituição financeira se houve tentativa de fraude, o que também possibilita o rápido bloqueio do cartão por meio do banco, antes da transferência para a conta do golpista. 

“No caso de pessoas que se passam por funcionários da Prefeitura e pedem algum tipo de valor, mesmo usando algum tipo de uniforme, a pessoa deve chamar a Polícia Militar pelo 190 ou a Guarda Municipal pelo 153; para outras informações, o telefone do Procon é o 151”, completa Fabiana. 

Cadastro no CRAS

Para se cadastrar em um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), a pessoa precisa ir até a unidade referência mais perto de sua residência. As unidades podem ser consultadas clicando aqui. 

Veja Também