Diário Logo

Notizia Logo

Santa Isabel e Ferraz confirmam casos e varíola dos macacos chega a 7 cidades da região

A Secretaria Municipal de Saúde de Santa Isabel notificou nesta segunda-feira (15) o primeiro caso da varíola dos macacos (monkeypox) da cidade. Nos últimos dias, Ferraz de Vasconcelos também recebeu a confirmação das três primeiras ocorrências da infecção no município. Desde o último balanço divulgado por O Diário, na semana passada, houve também um novo […]

16 de agosto de 2022

Reportagem de: O Diário

A Secretaria Municipal de Saúde de Santa Isabel notificou nesta segunda-feira (15) o primeiro caso da varíola dos macacos (monkeypox) da cidade. Nos últimos dias, Ferraz de Vasconcelos também recebeu a confirmação das três primeiras ocorrências da infecção no município. Desde o último balanço divulgado por O Diário, na semana passada, houve também um novo registro da doença em Mogi das Cruzes.

A região tem nesta terça-feira (16), ao menos 26 casos confirmados da enfermidade. 

Segundo a Secretaria de Saúde de Santa Isabel, o paciente é um homem, de 42 anos, que está em estado estável. Ele é acompanhado pela equipe técnica da pasta. Com o registro, a doença já foi registrada em seis dos 10 municípios que integram o Alto Tietê. Houve novas ocorrências em Mogi e Suzano. 

Já Ferraz informou que os três pacientes diagnosticados recentemente estão em isolamento domiciliar, em bom estado geral, apenas com lesões de pele.

Mogi das Cruzes confirmou um novo caso na última semana, totalizando cinco ocorrências. Todas são referentes a adultos jovens, estáveis e em acompanhamento/isolamento domiciliar. A cidade tem ainda sete casos suspeitos aguardando resultados de exames. 

Suzano por sua vez soma sete casos positivos – sendo que três já se recuperaram e quatro estão em isolamento domiciliar, evoluindo bem – e quatro suspeitos.

O primeiro caso da doença foi confirmado há pouco menos de um mês, no último dia 18, em Itaquaquecetuba. A cidade lidera o ranking regional em números absolutos, com oito casos da doença notificados. A Prefeitura, porém, não respondeu aos questionamentos de O Diário na tarde desta terça-feira para a atualização dos dados. 

A Prefeitura de Itaquaquecetuba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que até o momento foram confirmados oito casos de monkeypox, conhecida como varíola dos macacos, no município. Os pacientes são todos adultos jovens e três já curados.

A pasta contabiliza outros 15 casos descartados e dez em análise, que apresentaram sintomas leves como febrícula e pequenas manchas no corpo.

A doença também já foi registrada em um paciente de Poá e outro de Arujá. 

Contágio

A varíola dos macacos é uma doença causada por vírus e transmitida pelo contato próximo ou íntimo com uma pessoa infectada e com lesões de pele. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o contato pode se dar por meio de um abraço, beijo, massagens, relações sexuais ou secreções respiratórias. A transmissão também ocorre por contato com objetos, tecidos (roupas, peças de cama ou toalhas) e superfícies que foram utilizadas pelo doente.

Não há tratamento específico, mas, de forma geral, os quadros clínicos são leves e requerem cuidado e observação das lesões. O maior risco de agravamento acontece, em geral, em pessoas imunossuprimidas com HIV/aids, leucemia, linfoma, metástase, transplantados, portadores de doenças autoimunes, gestantes, lactantes e crianças com menos de 8 anos de idade.

 

Veja Também