MENU
BUSCAR
COLUNA INFORMAÇÃO

Presidentes de câmaras do Alto Tietê virão a Mogi

Encontro foi convocado pelo presidente da Câmara Municipal de Mogi, vereador Otto Rezende, e pode apresentar resultados surpreendentes

Darwin ValentePublicado em 30/03/2021 às 17:46Atualizado há 2 meses
Divulgação
Divulgação

Os presidentes das câmaras municipais do Alto Tietê irão se reunir, amanhã, às 14 horas, em Mogi das Cruzes, a convite do vereador Otto Flôres de Rezende (PSD), para discussão de assuntos de interesse comum aos legislativos, como aqueles ligadas ao combate à pandemia, contas públicas, entre outros.

Segundo o idealizador do encontro e presidente da Câmara de Mogi, Otto Rezende, a ideia foi muito bem aceita pelos convidados, que se manifestaram positivamente à proposta, alegando até mesmo que tal reunião já havia passado pelos planos de alguns deles.

Ao chamar o encontro para Mogi, principal cidade do Alto Tietê, o presidente marca um ponto importante, já que os debates podem também significar o embrião para a criação de uma entidade semelhante ao consórcio já existente, que reúne os prefeitos da região.

O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), vale lembrar, já chegou a contar, em sua estrutura, com um setor voltado especialmente às câmaras da região, o qual, sabe-se lá por qual motivo, deixou de existir, há algum tempo.

Otto não admite que o objetivo principal do convite aos demais presidentes seja a discussão em torno da criação de uma nova entidade representativa. Mas deixa escapar que a oportunidade de estarem todos juntos pode fazer com que tal assunto venha a ser discutido. E caso isso aconteça, resta saber se a nova instituição será criada com objetivo de ser apenas um apêndice do Condemat, ou se terá vida própria, com diretoria e orçamento independentes, podendo até mesmo se opor a determinadas posições do consórcio. 

Especulações à parte, o certo é que uma entidade que congregue os vereadores ou presidentes de Câmaras de uma região com mais de 1 milhão de habitantes passa a ter um peso político respeitável para se fazer ouvir pelo governador e outras autoridades estaduais e até federais. Vale lembrar ainda que tem se notado, nos últimos tempos, um certo distanciamento entre o consórcio dos prefeitos em relação às câmaras municipais, ao ponto de, na semana passada, os vereadores do Legislativo mogiano terem assinado, em conjunto, um ofício destinado ao prefeito Caio Cunha (PODE) cobrando uma maior participação nas decisões relativas ao combate à pandemia, atualmente restritas ao Condemat em conjunto com o governo estadual.

Diante de tudo isso, a reunião dos presidentes de câmaras, em Mogi, ganha um aspecto interessante e politicamente importante. Os resultados e deliberações certamente poderão confirmar tudo isso.

Vacina descentralizada

De olho na descentralização da vacinação contra a Covid-19 pelo sistema drive thru, já admitida pelo prefeito Caio Cunha, alguns setores da cidade já se movimentam para sediar novos polos de imunização do município.

A Associação Cultural e Esportiva Bunkyo, do bairro da Porteira Preta, é um deles. O seu presidente Frank  Tuda, com apoio do vereador Pedro Komura (PSDB), já está se organizando para assegurar o local como  ponto de vacinação.  A descentralização pode ser uma forma de minimizar o sério problema das filas e facilitar o processo de aplicação das vacinas, num momento em que começarão a ser vacinadas faixas etárias com índice populacional mais elevado.

Agradecimento

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, fez uma visita de cortesia ao presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a manhã de ontem, no Palácio da Alvorada. Foi agradecer a nomeação de Flávia Arruda (PL-DF) para o ministério da Secretaria de Governo.  A deputada foi anunciada e assumiu o cargo na última segunda-feira. No ano passado, ao se aproximar do governo de Bolsonaro, o ex-deputado federal  emplacou apadrinhados na presidência do Banco do Nordeste e na diretoria do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).  O PL, por meio de um dos seus deputados, chegou a convidar Bolsonaro para se filiar ao partido. Costa Neto não teria gostado muito. 

ÚLTIMAS DE Informação