Diário Logo

Notizia Logo

Mobilização busca apoio à petição contra corte de verbas do Sesc e Senac

Um grupo formado por representantes do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região do Alto Tietê (Sincomércio), Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço Nacional do Comércio (Senac) e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio) percorre a região central da cidade para coletar adesões à petição […]

15 de maio de 2023

O Diário

Um grupo formado por representantes do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região do Alto Tietê (Sincomércio), Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço Nacional do Comércio (Senac) e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio) percorre a região central da cidade para coletar adesões à petição contra o projeto de corte de 5% das varbas do Sesc e Senac para a Embratur, previto nos artigos 11 e 12 do PLV nº 09/2023, que tramita no Senado Federal. 

Nesta terça-feira (16), durante todo o dia, e na quarta (17) pela manhã, a mobilização denominada “Defenda o Sesc e o Senac” acontecerá na região central da cidade e em frente ao Teatro Vasques. A iniciativa também ocorreu nesta segunda-feira (15), no centro, incluindo o Mercado Municipal.

“Somos contra este corte porque nós aportamos este valor em folha de pagamento. Os comerciantes levam este recurso, que em nosso entendimento deve ser transferido ao comerciário ao Sesc, que através do social mantém várias atividades aos comerciários, e o Senac, que oferece capacitação técnica aos nossos funcionários. Por isso, somos totalmente contra a retirada deste recurso do Sesc e Senac, e estamos solicitando aos comerciantes e comerciários que assinem a petição para que estes valores sejam destinados ao Sesc e Senac”, explica Valterli Martinez, presidente do Sincomércio. 

De acordo com a justificativa da petição, “a promoção do Brasil no exterior não pode ocorrer em detrimento dos interesses dos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e das demandas sociais e educacionais do povo brasileiro’.

De acordo com o documento, a redução do orçamento pode acarretar o encerramento das atividades do Sesc e do Senac em mais de 100 cidades brasileiras e mais de R$ 260 milhões deixariam de ser investidos em atendimentos gratuitos. “No caso do Sesc, seriam fechadas 36 unidades, com corte de 1.994 empregos, e haveria redução de 2,6 milhões de quilos de alimentos distribuídos pelo premiado Programa Mesa Brasil Sesc. Além disso, haveria a supressão de 2,6 mil exames de saúde e de 37 mil atendimentos em atividades de lazer. Cerca de 2 mil apresentações culturais, com público estimado em 14 milhões de pessoas, deixariam de ser realizadas. No caso do Senac, o desvio seria responsável pelo fechamento de 29 centros de formação profissional, encerramento de 31.115 mil matrículas gratuitas e mais de 7 milhões de horas-aula de cursos reduzidas. Além da demissão de 1.623 pessoas e do fim de 23 laboratórios de formação específica para a área do Turismo”, completa o texto.

O link para assinar a petição é o https://peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR131846

  

Veja Também