Diário Logo

O Diário Logo

Mogi das Cruzes ultrapassa Suzano em positivados com dengue

Painel de Monitoramento da Dengue, Zika e Chikungunya do Estado de São Paulo informa que Mogi das Cruzes já registrou 2.727 pessoas com dengue

17 de abril de 2024

Mogi das Cruzes e outras seis cidades do Alto Tietê já entraram em estado de epidemia | Freepik

Reportagem de: Fabio Pereira

A cidade de Mogi das Cruzes ultrapassou, nesta quarta-feira (17/04), o município de Suzano em relação aos casos confirmados por dengue pela primeira vez desde o início da epidemia na região do Alto Tietê em 2024.

De acordo com o Painel de Monitoramento da Dengue, Zika e Chikungunya do Estado de São Paulo, Mogi das Cruzes já registrou 2.727 pessoas infectadas com a doença, enquanto que, em Suzano, foram notificados 2.649 casos positivos. 

LEIA TAMBÉM

A equipe de O Diário entrou em contato com a Prefeitura de Mogi das Cruzes que, em nota, informou que o número de munícipes vacinados contra a dengue é de 10.541. 

“Ainda de acordo com a administração municipal, a cidade mantém o Núcleo de Prevenção e Controle de Arboviroses que realiza ações permanentes de combate à dengue como visitas e mapeamento de bairros, atendimento de denúncias e o monitoramento dos locais onde há notificações de casos. Desde o início do ano, os técnicos estão intensificando os trabalhos nos bairros onde há casos confirmados da doença, com vistorias e aplicações”.

“A Prefeitura de Mogi das Cruzes também mantém um trabalho contínuo e permanente em campanhas de publicidade, notícias e informes na área da Saúde, especialmente no combate à dengue. A Coordenadoria de Comunicação Social possui equipe institucional que promove ações diversificadas para garantir que as informações cheguem à população, reforçando sempre a necessidade das medidas preventivas que precisam ser adotadas na rotina de todo cidadão”. 

“Diante da alta de casos, a comunicação ampliou as formas de atuação e seguirá com comerciais de TV e Rádio, alteração da capa do site, parceria com a empresa Ligamídia, carro de som nos bairros identificados com maior incidência de casos, mensagem no sistema de espera do SIS 160, mensagem no app Educa Mais, e-mail marketing para servidores, redes sociais, vídeos orientativos para que as escolas possam passar para as crianças; cobertura de reuniões da Educação, Brigada contra Dengue  e outros encontros importantes”, finaliza a nota. 
Veja Também