Diário Logo

Notizia Logo

Mogi faz busca e encaminhamento de pessoas em situação de rua no Centro

Situação dos moradores de rua do Centro tem gerado preocupação, inclusive com invasão de prédios comerciais

28 de março de 2024

Abordagem social em Mogi das Cruzes | Divulgação/PMMC

Reportagem de: Vitor Gianluca

A Prefeitura de Mogi das Cruzes promoveu uma busca ativa por pessoas em situação de rua no centro da cidade. A iniciativa surgiu por meio da parceria entre a Secretaria Municipal de Assistência Social e Secretaria Municipal de Saúde, culminando no encaminhamento de 12 pessoas ao Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD).

A situação dos moradores de rua do Centro tem gerado uma preocupação grande para quem mora e trabalha na região. Ocupação de prédios a até mesmo vandalismo têm mobilizado as autoridades. Um dos locais alvos dessas ocupações irregulares é antiga sede de O Diário (leia mais abaixo).

A busca ativa que ocorreu esta semana, na quarta-feira (27/3) teve como foco o Terminal Central e a praça Oswaldo Cruz, promovendo o encaminhamento ao CAPS AD, principal objetivo da parceria. E que, segundo administração pública, 80% da população em situação de rua em Mogi das Cruzes fazem uso abusivo de substâncias psicoativas. A presença de um profissional da área da Saúde no momento da abordagem resulta em um atendimento mais qualificado e assertivo, promovendo um encaminhamento adequado.

O trabalho parte da definição dos trajetos e pontos a serem atendidos pelas equipes do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), conforme número de pessoas em situação de rua identificadas em cada endereço. Na sequência, os locais passam a ser visitados com recorrência. Vale lembrar que, além dos pontos mapeados, os atendimentos também são feitos com base em solicitações da população, que podem ser feitas pela população por meio do telefone (11) 97096-0923.

Outra forma de atendimento a pessoas em situação de rua na cidade é o serviço prestado no Centro POP, que é a unidade de referência para este público. O Centro POP fica na avenida José Benedito Braga, 496, no Mogilar e atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Já o Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas – CAPS-AD, para onde boa parte do público abordado é encaminhado, fica na rua Júlio Mobaid, 61, na Vila São Francisco. O telefone de contato é o 4722-3689.

Antiga sede do O Diário

Um dos prédios afetados pela situação que Mogi enfrenta na região central da cidade é a antiga sede de O Diário, à rua Ricardo Vilela. No dia 8 de fevereiro, ocorreu um incêndio no prédio, mas sem sinais de arrombamento.

A própria redação do jornal tem recebido, hoje, contatos de pessoas preocupadas com a antiga sede. O local está desocupado desde o início da pandemia, quando começaram os trabalhos home office. No ano passado, funcionou com equipe reduzida, apenas para atendimento a assinantes e clientes de classificados.

O local não pertence mais ao O Diário. A nova equipe do jornal está hoje em um dos prédios comerciais da Helbor, o Dual Patteo Mogilar.

Veja Também