MENU
BUSCAR
EDUCAÇÃO

Apeoesp acionará Ministério Público contra dirigente de ensino de Mogi

Sindicato recorre ao MP porque a dirigente não responde aos ofícios a ela enviados pedindo providências diante dos casos de Covid-19 nas escolas estaduais de Mogi e região

Carla OlivoPublicado em 17/02/2021 às 18:15Atualizado em 18/02/2021 às 07:17
Arquivo / O Diário
Arquivo / O Diário

O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) informou nesta terça-feira (16) que irá ingressar com uma representação no Ministério Público de Mogi das Cruzes contra a dirigente regional de Ensino, Estela Vanessa de Menezes Cruz. 

LEIA TAMBÉM: Sesi suspende retorno das aulas presenciais nas escolas de Mogi após confirmar casos de Covid-19

Segundo uma das coordenadoras da subsede mogiana da Apeoesp, Vânia Pereira da Silva, o sindicato está recorrendo ao MP porque a dirigente não responde aos ofícios a ela enviados solicitando providências diante dos casos de Covid-19 nas escolas estaduais de Mogi e região.

O Alto Tietê registra pelo menos 18 casos confirmados ou suspeitos de Covid em 15 unidades da rede estadual de Mogi (10 ocorrências), Suzano (4), Salesópolis (1) e Biritiba Mirim (3) entre profissionais e alunos, desde a retomada das atividades presenciais na última semana, segundo levantamento da Apeoesp.

“A resolução 11 da Seduc (Secretaria de Estado da Educação) prevê que os servidores com Covid sejam afastados e as unidades fechadas para desinfecção, mas isso não é o que está sendo feito e a dirigente não responde aos nossos ofícios, por isso, estamos representando contra ela. Os professores estão desesperados com esta situação e permanecemos sem respostas”, lamenta a coordenadora.

Vânia diz que, para evitar boatos, assim que a Apeoesp é comunicada sobre algum caso suspeito ou confirmado da doença, comparece à escola a fim de checar a informação, mas há locais em que não consegue entrar para verificar a situação”, critica.

A Apeoesp informa que os funcionários de escolas, alunos e pais de estudantes que forem vítimas da doença ou souberem de algum caso suspeito ou confirmado podem informar o sindicato pelo email: imprensa@apeoesp.org.br .

Em Mogi, a Apeoesp lista casos de Covid nas escolas estaduais Cid Boucault, Benedito Borges Vieira, Branca Baumann do Amaral, Dr. Deodato Wertheimer, Iracema Brasil de Siqueira, Josephina Najar Hernandez, Pedro Malozze, Sylvia Mafra Machado e Paulo Ferrari Massaro.

Já em Suzano, os casos, segundo a Apeoesp, estão nas escolas estaduais Roberto Bianchi, Chojiro Segawa e Yolanda Bassi. Em Salesópolis, consta contaminação na E.E. Olga Chaguri e, em Biritiba Mirim, na Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Ferdinando Jungers e na escola estadual Angelica de Jesus Ferreira.

Questionada por O Diário se adotará medidas sobre os casos de Covid-19 na rede estadual, a Secretaria Municipal de Educação informou que acionou o Comitê Gestor de Retomada Gradativa das Atividades Econômicas para avaliação da situação.

A Secretaria de Estado da Educação confirma 5 casos de Covid-19 em unidades da rede na região (3 em Mogi e 2 em Suzano) e informou que as escolas em funcionamento seguem protocolos definidos por autoridades de saúde e preservam a segurança de professores, servidores e alunos para que não haja risco de contaminação pelo vírus. Em caso positivo, o servidor segue em quarentena em casa. “Os casos são acompanhados pela pasta por meio do Simed (Sistema de Informação e Monitoramento da Educação para Covid-19)”, trouxe nota a O Diário.

  

ÚLTIMAS DE Notícias