Em novo desdobramento do inquérito civil instaurado pelo Ministério Público (MP) para apurar possível venda de vacina contra a Covid-19 por profissionais de saúde em Santa Isabel, a Sociedade Beneficente Caminho de Damasco promete "definir todas as medidas cabíveis a serem tomadas" até a próxima sexta-feira (26), após concluir sindicândia adiminstrativa aberta hoje.

A organização social é responsável pela administração do posto de saúde alvo de denúncia de desvio de imunizantes e foi notificada para prestar esclarecimentos.

LEIA TAMBÉM: Ocupação de leitos de UTI Covid-19 chega em 75,7%

Em nota encaminhada a O Diário a organização social Caminho de Damasco informou que "foi notificada, pela Secretaria de Saúde do Município de Santa Isabel, em 18/02, sobre uma denúncia em relação à vacinação contra a Covid-19 com suspeita de quebra do cronograma de prioridades do Governo do Estado de São Paulo". O documento acrescenta que foi aberta a sindicância administrativa para apurar todos os fatos, que será encerrada nessa sexta-feira.

 

O caso

O Ministério Público instaurou um inquérito civil para apurar possível venda de vacina contra a Covid-19 por profissionais de saúde em Santa Isabel. 

A Promotoria de Justiça tomou conhecimento sobre os fatos, de que as doses teriam sido aplicadas em três pessoas não residentes ou domiciliadas na cidade. 

Foram representadas no inquérito as três pessoas que teriam adquirido as vacinas, que já foram identificadas e a quem o MP pediu esclarecimentos.

Ainda, foram requisitadas explicações da Prefeitura de Santa Isabel, da Sociedade Beneficente Caminho de Damasco - organização social que administra a UBS em que a funcionária trabalha - bem como a instauração de inquérito policial para cabal apuração dos fatos, com tipificação primária de crime de peculato. 

A Prefeitura de Santa Isabel informou que recebeu uma denúncia de desvio de vacinas em uma unidade de saúde do município e prontamente instaurou um procedimento de apuração e a Caminho de Damasco, responsável pela administração do local, foi notificada para prestar todos os esclarecimentos.