MENU
BUSCAR
EDITORIAL

O Sesc de portas abertas

"Um Sesc não irá atender todo mundo. Mas, a unidade favorece a abertura de agenda para cuidar de mais pessoas em busca da promoção da saúde e do bem-estar"

O Diário Publicado em 03/12/2021 às 07:27Atualizado há 2 meses
Sesc Mogi tem diversas atrações / Foto: Eisner Soares / O Diário
Sesc Mogi tem diversas atrações / Foto: Eisner Soares / O Diário

Por força dos protocolos de enfrentamento da Covid-19 e  dos ajustes finais de agenda, o Sesc de Mogi das Cruzes abre agora, neste dezembro, o leque de opções das atividades tão esperado pelos mogianos.

Com as exigências que não devem deixar o mundo tão livre como ele já foi, como a apresentação docomprovante de vacinação a todos os maiores de 12 anos, o serviço mogiano amplia o poder de atendimento de uma das bases de sustentação com forte poder de atratividade do público de diferenres idades nas áreas ligadas à promoção da saúde e esporte.

Será hora, mesmo, agora, de o mogiano começar de fato a desfrutar de uma estrutura diferenciada em um equipamento que, no passado, nas mãos da Prefeitura, já conseguia fidelizar usuários, muitos deles moradores da região do socorro e central.

Os mogianos começam a desfrutar da cartela que faz o Sesc se tornar um patrimônio tão considerado pelo público que o frequenta.

Com a expansão dessa rede de serviços de promoção da vida e do bem-estar, a procura por  esses serviços na rede formada por centros esportivos, ginásios e o próprio Sesi de Braz Cubas, será reordenada porque há mais um espaço para descentralizar o atendimento e servir a mais pessoas.

Esse é um ponto de interesse para Mogi. Com o fenomenal crescimento populacional nos últimos 20 anos, o acompanhamento das políticas públicas para a oferta de esporte, lazer  e saúde sofre o impacto da inexistência de recursos financeiros à altura para assistir mais habitantes.

Em geral, moradores que vivem próximos desses equipamentos são beneficiados e, ainda assim, há fila de espera por vagas.

Apenas um Sesc não vai conseguir atender a todo mundo. Mas, a expansão desse menu favorece o cuidado com mais pessoas e qualificação dos projetos existentes.

A abertura das turmas para o uso das dependências do Sesc ocorre no período de início de férias. Isso é uma boa coincidência para movimentar o nosso roteiro esportivo e cultural.

O sonho vivido por tantas pessoas que conhecem e frequentam outros Sescs agora, sim, é realidade.

Também começa a ser experimentado o diálogo entre a entidade e o mogiano. Essa ponte se estabelece pelo site do Sesc Mogi das Cruze e a manutenção de uma assessoria de Imprensa local, responsável por municiar os meios de imprensa com as notícias de interesse da população do Alto Tietê. Esse cuidado com a comunicação é um ponto positivo nesse início relacionamento entre o Sesc e o cidadão. Isso confirma o respeito que a entidade preserva com o público atendido. Algo ordinário, mas que se torna notável em tempos como o atual, quando o mercado de notíciassofre tantos revezes (e, aqui, não falamos só das muitas tentativas da morçada política à imprensa nacional).

ÚLTIMAS DE Editorial