OCORRÊNCIA

Polícia Civil apura causa de incêndio em casa do Jardim Aeroporto, em Mogi

DIÁRIO

O aposentado José Roberto da Silva, de 62 anos, procurou na tarde desta terça-feira, o 2º Distrito Policial, em Braz Cubas, para informar sobre o incêndio que aconteceu em sua casa localizada na rua Rodesia, no Jardim Aeroporto. Ele acredita que a causa foi um curto circuito. A causa ainda deverá ser apurada pela Polícia Civil.

O incêndio não deixou feridos, mas provocou elevado prejuízo, pois destruiu documentos, cartões bancários, diversos eletrodomésticos e balanças de precisão.

Ao investigador Ronaldo Pacheco da equipe do delegado titular João Renato Weselowski, do 2º DP, José Roberto explicou que se ausentou de sua casa no dia três e somente ontem voltou. “Infelizmente, não há mais local para a perícia, pois já realizei alguns reparos”, contou.

No momento em que o imóvel pegou fogo não havia qualquer pessoa no local. O morador também não soube indicar o cômodo onde o fogo teve início.

Um profissional especializado em prevenção, o qual prefere ficar no anonimato, orientou que os donos de casas e estabelecimentos comerciais, principalmente, durante o verão com o aumento da temperatura, devem fazer uma revisão no sistema elétrico e verificar as tomadas.

“Muitas pessoas colocam muitos aparelhos ligados a um benjamim, o que pode causar um curto circuito e gerar um incêndio”. Ele observa que “é necessário que os vizinhos se ajudem, sendo qua diante de qualquer sinal de fumaça ligue para o Corpo de Bombeiros (191) e peça socorro, afinal de contas as chamas podem se espalhar pela vizinhança”.


Deixe seu comentário