Diário Logo

Notizia Logo

Policlínica da UMC realiza campanha para prevenir câncer do colo de útero

A Liga de Ginecologia e Obstetrícia integrada por alunos da Faculdade de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes  (UMC) irá promover, no próximo dia 2 de abril, entre 8 e  16 horas, a Campanha de Prevenção ao Câncer do Colo de Útero, como parte dos eventos relacionados ao “Março Lilás”, que busca chamar a […]

16 de março de 2022

Reportagem de: O Diário

A Liga de Ginecologia e Obstetrícia integrada por alunos da Faculdade de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes  (UMC) irá promover, no próximo dia 2 de abril, entre 8 e  16 horas, a Campanha de Prevenção ao Câncer do Colo de Útero, como parte dos eventos relacionados ao “Março Lilás”, que busca chamar a atenção das pessoas para a necessidade de prevenir e tratar a doença.

O evento que irá acontecer na sede da Policlínica da UMC, fará a coleta de material a ser avaliado nos exames de Papanicolau, além de exames preventivos para detecção de lesões no colo do útero e a ocorrência de HPV, doença altamente transmissível e que pode resultar em lesões cancerígenas. Voltada especialmente para o público adulto, a campanha será também extensiva às adolescentes, desde que estejam acompanhadas pelos seus responsáveis.

Com vagas limitadas, a campanha preventiva irá beneficiar as primeiras 50 pacientes que ligarem, a partir de agora, para o telefone (11) 4728-5383, no horário comercial (8h às 17h).

“A pessoa vai ligar para este número da Policlínica e dizer que quer participar da campanha. O seu nome será, então, agendado, juntamente com seus dados pessoais, para o horário em que ela deverá comparecer para os exames. A restrição a 50 mulheres se deve ao fato de precisarmos manter os cuidados exigidos pela pandemia, entre eles, não permitir que ocorram aglomerações no local do atendimento”, afirma Mickaelly Inácio da Silva, aluna do 3º ano da Faculdade de Medicina e presidente da Liga de Ginecologia e Obstetrícia da UMC.

O tempo de exame para cada paciente está estimado em 30 minutos e, segundo o diretor da Policlínica, médico Melquíades Machado Portela. E os resultados dos exames serão divulgados num tempo médio de 30 dias.

A instituição não dispõe de dados sobre o número de casos dessas doenças registrados nos últimos tempos na cidade, mas é certo que “a incidência do câncer de colo de útero e do HPV é bastante grande, a ponto de haver sido criado o ‘Março Lilás’ justamente para chamar a atenção das mulheres sobre a necessidade de exames permanentes para prevenir e tratar eventuais problemas”, afirma Mickaelly.

Durante todo o dia da campanha, haverá a presença de médicos ao lado de alunos em fase final do curso de Medicina, desde o momento da recepção das inscritas, na chegada à Policlínica, até o momento da realização dos exames. Todos os cuidados sanitários serão tomadas para garantir a qualidade das avaliações e prevenir contra a pandemia que ainda está presente junto à população.

Com a interrupção dessa campanha durante o ano passado, em razão justamente da pandemia de Covid-19, a expectativa é de que a procura seja intensa, “já que será a grande oportunidade para que as mulheres possam realizar esses exames de maneira totalmente gratuita e para que nós também possamos prestar esse grande serviço à comunidade”, diz Mickaelly.

Soluções

Segundo o médico e coordenador da Policlínica, Melquíades Portela, quando forem entregues os resultados dos exames, as mulheres serão informadas sobre seus possíveis desdobramentos, dependendo do que vier a ser apontado nas avaliações.

“Se for um caso exclusivamente clínico, ela receberá tratamento totalmente gratuito aqui mesmo no Ambulatório de Ginecologia da Policlínica; mas caso se detecte algum caso mais grave, que necessite de intervenção cirúrgica, a pessoa será encaminhada por nós para a Secretaria Municipal de Saúde, que ficará encarregada de oferecer o atendimento adequado para o paciente”, diz o médico, lembrando que os tratamentos serão sempre gratuitos.
“Nós, da Policlínica, iremos prover todas as necessidades para a consecução e realização dos exames. Vamos dar resolutividade e agilizar ao máximo os resultados e a solução dos casos. Não vamos deixar as pessoas sem retorno ou atendimento”, garante o médico.

Veja Também