INFORMAÇÃO

Rumos da Educação preocupam a Apeoesp

AVISO Morador faz alerta aos proprietários de cães que atiram dejetos de
animais junto à árvore próxima de sua residência na rua Gaspar Conqueiro (Foto: Spartaco Da San Biagio)

Mudanças dos governos Doria e Bolsonaro têm sido criticadas por entidade

A preocupação com os rumos que a Educação vem tomando nos governos de João Doria (PSDB), em São Paulo, e de Jair Bolsonaro (PSL), no restante do País, tem levado as dirigentes da subsede de Mogi do Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp), Vânia Pereira de Silva e Inês Paz, a intensificar uma série de conversas com profissionais da categoria buscando ampliar o debate acerta de temas que, na visão da entidade, podem afetar negativamente o trabalho dos professores e o aprendizado dos alunos. O Sindicato vê a deflagração de um processo de desmonte do ensino público no País visando abrir caminho para a terceirização das escolas. As professoras apontam problemas que, segundo elas, acontecem em escolas de bairros que tiveram salas de aulas desativadas, da mesma forma que outras tantas deixaram de oferecer os cursos noturnos para alfabetização de adultos e a oportunidade para quem trabalha durante o dia possa dar continuidade aos seus estudos. A opção pelo contato direto com professores ou pelas manifestações de rua é, na opinião de Silva e Paz, o caminho para o diálogo com as pessoas para falar de assuntos como esses. Argumentos não faltam. A entidade reclama da não reposição de materiais de informática constantemente levados do interior das escolas, onde não há vigilância. Escolas furtadas há muito tempo não obtiveram reposição dos computadores, prejudicando alunos e o setor burocrático dos estabelecimentos de ensino da cidade. Assuntos como esses serão discutidos, no próximo dia 5, numa reunião marcada com a dirigente regional de Ensino de Mogi, professora Araci Nunes Camargo. As duas sindicalistas ainda tentarão convencer a dirigente a mobilizar diretores em defesa da escola pública. A entidade discorda da falta de debate com a categoria antes do lançamento do Inova Educação, o programa já apresentado pelo governo Doria, com alterações radicais no sistema, com reflexos inclusive no horário de aulas dos estudantes. “É um programa gerido, na verdade, pela Fundação Ayrton Senna”, dizem as sindicalistas que participaram, na última quinta-feira, em São Paulo, das manifestações de rua contra as mudanças na Educação, com as quais o sindicato que representam não concorda. Por isso mesmo, a mobilização continua em direção à greve geral que sindicatos e partidos de esquerda organizam para o próximo dia 14 deste mês.

Eleições e reforma

A 17ª Subseção de Mogi da Ordem dos Advogados do Brasil realiza, nesta segunda-feira, a partir de 18h30, na Casa da Advocacia e Cidadania, no Centro Cívico o seminário de Direito Eleitoral “Eleições Municipais de 2020 e Reforma Eleitoral, com participação de especialistas nos temas. A abertura será feita pelo advogado Alexandre Mendonça Rollo, antecedendo as exposições do desembargador Valdir de Nuevo Campos Jr, e dos advogados Hélio Freitas de Carvalho Silveira, Luiz Carlos dos Santos Gonçalves Fernando Gaspar Neisser. Inscrições mediante doação de uma lata ou pacote de leite integral em pó. Informações: 11- 4799-3037.

Deficientes

Mesmo com a disposição do governador João Doria de aumentar a participação de representantes de cidades do Interior na entidade, Mogi das Cruzes não teve um indicado sequer para integrar o Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência na eleição de quinta-feira passada. A votação elegeu para presidente do CEAPcD, Francisco Núncio Cerignoni, o Chico Pirata. O Conselho acompanha, avalia, propõe políticas públicas e promove a divulgação de ideias e estudos para os deficientes junto ao governo estadual.

Na ativa

Enquanto não define seus planos para a vida política, o ex-deputado Luiz Carlos Gondim Teixeira (PTB) vai comandar, na condição de festeiro, a Festa do Divino Espírito Santo do Distrito de Braz Cubas, a segunda maior e mais frequentada da cidade. As festividades vão acontecer entre os dias 4 e 14 do mês de julho e deverão contar com a participação de artistas do pagode e sertanejos.

Previdência

O PR de Valdemar Costa Neto, que agora voltou a se chamar PL, deve apresentar um substitutivo para o projeto do governo de reforma da Previdência Social. O partido continua fazendo parte do Centrão, um grupo formado por partidos “independentes” disposto a criar dificuldades ao governo de Jair Bolsonaro para forçá-lo a – quem sabe – retomar política do “toma lá, dá cá”, tão a gosto dos integrantes destas legendas.

Frase

Política e politicalha não se confundem, não se parecem, não se relacionam com a outra.antes se negam, se repulsam mutuamente. a política é a higiene dos países moralmente sadios. A politicalha, a malária dos povos de moralidade estragada.

Rui Barbosa (1849-1923), jurista, advogado, político, diplomata, escritor, filólogo, jornalista, tradutor e orador brasileiro

Deixe seu comentário