Diário Logo

Notizia Logo

São Paulo teve 86 ocorrências de “boca de urna”

A Secretaria da Segurança Publica mobilizou 83 mil policiais para reforçarem a segurança em todo Estado durante as eleições que ocorreram durante este domingo (02). Foram 68 mil policiais militares, 15 mil policiais civis e 300 policiais técnico-científicos.  Durante o domingo foram registradas 178 ocorrências, sendo 86 pela Lei 9.504/97 (art. 39, §5o.) II – […]

2 de outubro de 2022

Reportagem de: O Diário

A Secretaria da Segurança Publica mobilizou 83 mil policiais para reforçarem a segurança em todo Estado durante as eleições que ocorreram durante este domingo (02). Foram 68 mil policiais militares, 15 mil policiais civis e 300 policiais técnico-científicos. 

Durante o domingo foram registradas 178 ocorrências, sendo 86 pela Lei 9.504/97 (art. 39, §5o.) II – a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca de urna. 

Os policiais militares começaram a atuar desde sábado (01) realizando a escolta e a guarda das urnas eletrônicas nos locais de votação. Também trabalharam na segurança do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e dos seus cartórios, bem como dos locais de votação, justificação e apuração e, por conseguinte, de todos os funcionários da Justiça Eleitoral envolvidos. Além disso, acompanharam os juízes eleitorais e os chefes de cartório. No fim vão escoltar as urnas ao TRE. 

Ocorrências

Dentre as ocorrências registradas neste domingo estão a prisão do prefeito de Bocaina por fazer “boca de urna”, um homem preso em São Bernardo por tirar fotos da urna, dois homens foram presos por atirarem em dois PMs que realizavam policiamento em um colégio eleitoral na zona sul, um homem agrediu um policial militar na cidade de Alvarez Florence e uma vereadora de Avaí detida por oferecer bebidas a menores para realização de “boca de urna”.
 

Veja Também