Diário Logo

Notizia Logo

Severina Café e Axé Mogi organizam sarau de cultura preta e matrizes africanas

O ano começa agitado no Severina Café e Arte, em Mogi das Cruzes. Exemplo disso é esta terça-feira (24), que será comandada por uma dupla que vem se fortalecendo mutuamente na música autoral: Paulo Betzler e Khalil Magno. Mas entre shows, karaokês e outras ações, o destaque entre as próximas atividades certamente fica com a […]

24 de janeiro de 2023

Reportagem de: O Diário

O ano começa agitado no Severina Café e Arte, em Mogi das Cruzes. Exemplo disso é esta terça-feira (24), que será comandada por uma dupla que vem se fortalecendo mutuamente na música autoral: Paulo Betzler e Khalil Magno. Mas entre shows, karaokês e outras ações, o destaque entre as próximas atividades certamente fica com a 2ª Noite do Axé, que será realizada no dia 4 de fevereiro, sábado, a partir das 20 horas, com entrada gratuita.

“Sarau de cultura preta e de matrizes africanas” é o nome completo do evento, realizado em parceria com a Associação Axé Mogi. Coordenador do Severina, Manoel Mesquita Júnior explica que “as pessoas podem se inscrever antecipadamente tanto quanto no dia”, e o palco é livre para apresentações de “arte e cultura preta”, já que a ideia é essa: “dar visibilidade para as culturas e religiões de matrizes africanas e promover um debate na sociedade”.

Além do microfone aberto ao público, na 2ª Noite do Axé serão realizadas “várias apresentações com dança e cantos ao orixá”, como conta a O Diário a Mãe de Santo Dany Souza. “Louvaremos e daremos a palavra a zeladores da região e que vêm de fora também. A intenção é que a gente possa se conhecer”, completa ela, que antecipa a participação do Ile Alaketu Asé Oya Omo Odé dirigido pela Yalorixa Daniela de Oya junto aos seus filhos de santo.

Além das manifestações culturais, com participações especiais de nomes como Pâmela Carmo e Silas Xavier, ela adianta que será também uma noite de homenagens. “Vamos homenagear Pai Roberto, do Axé Mogi, que começou a levantar essa bandeira com a gente. Nesse sentido de unificação, de poder unir, ele vem fazendo um trabalho muito bonito na cidade com a Caminhada de Ogum e o Encontro Nacional da Umbanda. Está na linha de frente para unir as casas, as pessoas do Axé e também para mostrar essa união”.

Sendo assim, a reportagem não poderia deixar de ouvir Pai Roberto D’xangô. “O Axé Mogi (Associação Cultural e Religiosa) promove, através de eventos e ações, a divulgação de sua cultura e tendo na essência e existência a união da Umbanda e Candomblé, sempre trabalhando a desmistificação do não conhecimento sobre estas religiões, pois o que se fala por muitos mostra que não conhecem o verdadeiro significado destas religiões e a prática da caridade, amor, acolhimento e respeito à todos sem discriminação”, diz ele, que agradece a parceria com o Severina Café, espaço que “entende e mostra que podemos sim viver com respeito”.

Dany também comemora a oportunidade, momento “para que todas as religiões afro e culturas de matrizes africanas possam ter seu dia para louvar o ancestral, vir com cultura de dança”. 

Manoel completa os pensamentos. Assim como na 1ª Noite do Axé, realizada em 18 de novembro de 2022, a mensagem que o público encontrará por lá, no dia 2 de fevereiro, é “uma reivindicação de igualdade e de justiça”.

“A ideia desse sarau, dessa noite do Axé, é dizer que assim como é importante ter o espaço para o louvor evangélico e católico, é igualmente importante ter espaço para o tambor da religião africana”, conclui ele.

Há mais um detalhe. O espaço vem acompanhado da possibilidade de debate. “O Manoel dá a palavra para que possamos falar sobre cultura e política, então poderemos falar sobre leis sancionadas pelo presidente sobre injúria racial, direito a liberdade de expressão”, detalha e finaliza Dany, que além de mãe de santo também é advogada.

 

Serviço

O quê? 2ª Noite do Axé – Sarau de cultura preta e de matrizes africanas

Quanto? 4 de fevereiro, sábado, a partir das 20 horas

Onde? Severina Café e Arte (Rua Coronel Souza Franco, 953 – Centro, Mogi das Cruzes)

Quanto? Entrada gratuita

Mais informações estão disponíveis pelo telefone (11) 9.1167.2325.

Veja Também