Diário Logo

O Diário Logo

Aluno de Suzano é aceito em universidade renomada dos Estados Unidos

Aceito em cinco universidades renomadas, Kauã escolheu cursar engenharia aeroespacial em Georgia Institute of Technology, em Atlanta

20 de junho de 2024

Kauã Carias Costa de Suzano irá estudar nos Estados Unidos | Karim Kahn/Sesi-SP.

Reportagem de: Vitor Gianluca

Estudar em uma grande universidade é o sonho de muitos estudantes que estão finalizando o ensino médio. Este sonho será realizado por um aluno de Suzano, Kauã Carias Costa (18), que estuda na rede Sesi-SP. O jovem foi aceito em cinco instituições de ensino renomadas dos Estados Unidos e escolheu cursar engenharia aeroespacial na Georgia Institute of Technology, em Atlanta, a partir de agosto.

O estudante é um dos participantes do projeto ‘Passaporte para o Futuro’ do Sesi-SP, que teve 19 pedidos de bolsas integrais aceitos para graduação nas universidades mais renomadas do planeta. Com múltiplas aprovações em instituições renomadas como Harvard, New York University, University of California, McGill University, University of Wisconsin Madison e Arizona State University, os alunos embarcam para essa nova jornada em agosto de 2024.

Além de Georgia Tech, Kauã também foi aceito em outras quatro universidades: The University of British Columbia, University of Illinois at Urbana-Champaign, University of Southampton e The University of Arizona. Porém, ele optou cursar engenharia aeroespacial na universidade Georgia Institute of Technology.

Leia também: Saiba como mogiana de 17 anos foi aceita na 25ª melhor universidade do mundo

“Receber as ‘Admission Letters’ (cartas de admissão) foi uma experiência bem peculiar. A primeira foi um alívio, quando apareceu a carta da UArizona, entretanto, o restante a minha College List era bem mais arriscada, e os resultados das instituições mais restritas foram chegando aos poucos, e sendo positivos ou não, fizeram a expectativa subir conforme o funil se estreitava. A carta da Georgia Tech chegou após um ‘streak’ (uma sequência) de rejeições de outras universidades de ponta, então a sensação de recompensa foi absurda, todo aquele esforço de dias fritando o cérebro valeram a pena”, disse o estudante.

“No dia do resultado, a diretora da minha escola entrou pulando de alegria no laboratório de robótica pra me dar a notícia, e eu paralisei por alguns segundos para processar o que havia acontecido, só então eu comecei a pular também. Quando eu dei a notícia para a minha mãe, ela até saiu mais cedo do curso dela pra comemorar comigo. Eu e meu pais fomos na minha hamburgueria favorita, e alguns dias depois fiz a mesma coisa com meus amigos”.

Com o objetivo de desenvolver a indústria aeroespacial privada no Brasil, Kauã está pronto para dar os primeiros passos longe de casa. “Conseguir uma das 20 vagas entre 700 alunos que tiveram interesse em participar do programa, grupo esse composto desde campeões mundiais de olimpíadas do conhecimento até atletas juvenis de ponta, não é uma tarefa tão simples.”, comemora o aluno.

Sobre o programa do Sesi-SP

O programa ‘Passaporte para o Futuro’ contou com o apoio da Fundação Estudar, que ofereceu mentoria exclusiva. O sucesso do programa é fruto do estímulo à experiência acadêmica de excelência, e trará não apenas desenvolvimento pessoal aos alunos, mas também profissionais dedicados a aplicar o que aprenderam na indústria nacional.

Os alunos aceitos nas universidades são das unidades do Sesi-SP de Americana, Birigui, Descalvado, Hortolândia, Jaboticabal, Jundiaí, Mococa, Ourinhos, Pindamonhangaba, Santos, São Paulo, Sorocaba, Suzano e Valinhos.

Kauã integra grupo de 19 alunos aceitos nas universidades estrangeiras | Divulgação/Sesi.
Kauã integra grupo de 19 alunos aceitos nas universidades estrangeiras | Divulgação/Sesi.

O primeiro vice-presidente da Fiesp e presidente do Ciesp, Rafael Cervone, ressalta a importância desse programa para o desenvolvimento da indústria local, como forma de oferecer experiências, transformar vidas e mostrar que o Sesi-SP contribui com a alta qualificação profissional dos estudantes.

“Agora eles serão os embaixadores das nossas entidades, o Sesi e o Senai. Nossos alunos ajudarão a construir o futuro de um Brasil melhor e mais tecnológico. Essa é mais uma etapa da jornada e estamos muito orgulhosos”, disse Cervone. “E, diante do sucesso dessa primeira turma, o Sesi-SP vai ampliar o programa para 35 bolsas integrais no edital deste ano para ingresso nas universidades no exterior em 2025”.

O Sesi-SP visa promover o fortalecimento da indústria nacional por meio da capacitação de recursos humanos para inovação tecnológica de excelência que impacte os meios de produção, desenvolvimento de produtos e competição no mercado internacional. Dessa forma, os participantes do programa, atuarão em até cinco anos depois de formados, por pelo menos dois anos em indústria brasileira, com sede no Brasil ou com planta em qualquer outro país.

Veja Também