Diário Logo

O Diário Logo

Alto Tietê supera 30 mil casos de dengue em 2024; 28 mortes

Suzano registrou mais uma morte por dengue nesta sexta-feira (21), região totaliza 28 mortes, até o momento

21 de junho de 2024

O mosquito Aedes Aegypti é o transmissor da dengue | Divulgação: Frame EBC

Reportagem de: Vitor Gianluca

Nesta sexta-feira (21), a região Alto Tietê ultrapassa 30 mil casos de dengue, segundo o Painel de monitoramento Divisão de Dengue Chikungunya e Zika do Estado de São Paulo, que em seis meses notificou 30.090 casos positivos para a doença. Apesar da chegada do inverno, o número de mortes também segue subindo, até o momento, foram 28 óbitos.

O alto número de casos chama a atenção, afinal, não é uma exclusividade de um município ou apenas da região, os números se tornaram alarmantes em todo Estado de São Paulo, que tem 1.594.343 de casos positivos.

No Alto Tietê, não é diferente. Mogi das Cruzes, Suzano, Itaquaquecetuba, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Salesópolis, Santa Isabel, Biritiba-Mirim, Arujá e Guararema somam mais de 30 mil casos em apenas seis meses. Vale destacar que todas as cidades entraram em epidemia de dengue, quando a incidência é superior a 300 casos a cada 100 mil habitantes, número definido pelo Ministério da Saúde.

Apenas Mogi das Cruzes, tem 7.074 casos positivos e lidera o ranking. Seguido por Suzano (5.808), Santa Isabel (4.514) e Itaquaquecetuba (3.838). Apesar da chegada do inverno, nesta quinta-feira (20), uma nova morte foi registrada na região, que totaliza 28 desde o início do ano. A redação entrou em contato com a Prefeitura de Suzano, em busca de mais informações sobre a nova morte e, por enquanto, não obteve resposta.

Mortes por dengue no Alto Tietê

Município Mortes
Biritiba Mirim1
Ferraz de Vasconcelos 1
Guararema2
Itaquaquecetuba2
Mogi das Cruzes12
Poá2
Santa Isabel2
Suzano6
Duas cidades estão fora do quadro por não terem mortes notificadas, são elas, Salesópolis e Arujá.
Veja Também