Diário Logo

O Diário Logo

Mutirão Vacina em Movimento acontece neste domingo (14), em Guararema

Movimento conta com campanhas de multivacinação, vacinação contra Influenza e contra HPV, de forma gratuita

9 de abril de 2024

Mutirão atende diversos bairros da cidade | Divulgação/PMG

Reportagem de: O Diário

Neste domingo (14), ocorre a Vacina em Movimento, mutirão de vacinação organizado pela Prefeitura de Guararema, que leva proteção contra doenças como gripe e HPV a diferentes bairros do município, de maneira gratuita e sem necessidade de agendamento.

A partir das 9h, estarão recebendo o público as Unidades de Saúde do Paratei, na Avenida Paratei 365, e do Centro de Especialidades de Saúde e Apoio à População (Cesap), na rua Dr. Armindo, 567, no Nogueira, e permanecem até às 15h. Também haverá atendimento no estacionamento do Recanto do Américo (Pau D’Alho) neste mesmo horário, e ainda em uma série de pontos volantes.

No Centro, a Praça 9 de Julho, que abriga a Igreja Matriz de Guararema, recebe o público das 7h30 às 8h30; na Freguesia da Escada, o endereço é a Praça Salvador Lemes Cardoso, em frente à Igreja Nossa Senhora da Escada, das 9 às 10 horas.

E a Região Norte também recebe a ação. No bairro Colônia, as equipes da Secretaria Municipal de Saúde estarão na Paróquia São Bento do Paratei, na rua Rio Grande da Serra, 86, das 8h30 às 9h30; no Jardim Dulce, na rua Paulo Afonso Fernandes, junto da feira livre, das 9 às 15 horas.

Além disso, atendem os pontos volantes das 10h30 ao 12h no Maracatu, no Mercadinho da Manuela, que fica na estrada municipal Hipólita de Moraes Magalhães, 450; e das 13h às 14h30 no Guanabara, na rua China, 742, em frente à Escola Municipal José Donizete de Paiva.

Vacinas disponíveis

Nas Unidades de Saúde, crianças e adolescentes de até 15 anos podem completar todas as vacinas do calendário pela campanha de Multivacinação.

E nos pontos volantes estão disponíveis vacinas contra HPV para crianças e adolescentes de 9 a 14 anos, e contra a Influenza, para todos os compreendidos no público alvo estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Entre os grupos prioritários estão crianças de 6 meses a 5 anos, pessoas com 60 anos ou mais, gestantes e puérperas, indígenas e quilombolas, trabalhadores da saúde, pessoas com deficiências permanentes, adolescentes com medidas socioeducativas (menores de 18 anos), pessoas com comorbidades, professores, profissionais das forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário e outros.

Todos devem levar comprovante de residência, sendo que os pais e/ou responsáveis devem apresentar também a caderneta de vacinação dos filhos menores de idade.

Veja Também