Diário Logo

O Diário Logo

PM de Arujá intercepta veículo envolvido em furto e divulgação de imagens íntimas

Suspeito informou aos policiais de Arujá que trabalha como motorista de aplicativo; indivíduo foi indiciado e, posteriormente, liberado

2 de junho de 2024

A investigação começou quando uma mulher relatou que seu celular havia sido deixado para conserto | Divulgação

Reportagem de: Fabio Pereira

Uma operação de patrulhamento executada pela Polícia Militar de Arujá, no último sábado (01/06), resultou na interceptação de um veículo Fiat Uno, que estava sendo procurado por envolvimento em um golpe de furto de celular e divulgação de imagens íntimas. A ocorrência sobre a entrada do carro no município foi desencadeada após informações recebidas via grupo Muralha.

A equipe de patrulhamento avistou o veículo na Estrada de Santa Isabel e imediatamente deu ordem de parada, que foi prontamente atendida pelo condutor. Durante a abordagem, busca pessoal e veicular, nada de ilícito foi encontrado. O suspeito informou aos policiais que trabalha como motorista de aplicativo. A investigação começou quando uma mulher relatou que seu celular havia sido deixado para conserto. 

De acordo com informações cedidas pela PM, o profissional que recebeu o celular, por sua vez, enviou o aparelho a um segundo técnico. Após o conserto, um motorista de aplicativo foi contratado para fazer a retirada e entrega do aparelho. Durante o trajeto, o indivíduo teria mudado o percurso, cancelado a corrida e desaparecido com o telefone.

O primeiro técnico relatou o furto para a vítima e elaborou um boletim de ocorrência. Dias depois, ela começou a receber notificações de que suas redes sociais estavam sendo usadas para divulgar fotos íntimas armazenadas no celular. Diante disso, foi registrado um segundo boletim de ocorrência, classificando o crime como divulgação de cena de estupro e imagens de nudez, sexo ou pornografia, conforme o ART.218-C do código penal.

Agentes da Polícia Militar conduziram o veículo ao Distrito Policial de Arujá. No DP, o delegado de plantão tomou conhecimento dos fatos e ordenou a elaboração de um adendo ao boletim de ocorrência. Vítimas e testemunhas foram ouvidas e liberadas, enquanto que o suspeito foi indiciado e, posteriormente, liberado. O carro foi removido ao pátio Pafra.

Veja Também