Diário Logo

O Diário Logo

Desenrola: tem dívida de até R$ 100? Veja como saber se seu nome já está limpo na Serasa e no SPC

O programa de renegociação de dívidas de pessoas físicas inadimplentes do governo, o Desenrola, começou a valer nesta segunda-feira (17). O objetivo é tirar pessoas da lista de negativados e retomar o potencial de crédito e de consumo de cerca de 70 milhões de consumidores endividados no país. Na primeira fase do programa, iniciada hoje, […]

17 de julho de 2023

Reportagem de: O Diário

O programa de renegociação de dívidas de pessoas físicas inadimplentes do governo, o Desenrola, começou a valer nesta segunda-feira (17). O objetivo é tirar pessoas da lista de negativados e retomar o potencial de crédito e de consumo de cerca de 70 milhões de consumidores endividados no país.

Na primeira fase do programa, iniciada hoje, os bancos se comprometeram tirar da lista de negativados os nomes de devedores com dívidas bancárias de até R$ 100. Este é um pré-requisito estabelecido pelo governo para que as instituições financeiras pudessem participar do Desenrola.

Com essa operação, o governo federal considera que pode beneficiar cerca de 1,5 milhão de pessoas. Esses consumidores ficarão automaticamente com o nome limpo pelas instituições. Com isso, a pessoa pode, por exemplo, voltar a pegar crédito ou fazer contrato de aluguel, se não tiver outras restrições.

Por isso, é importante verificar a situação do nome no cadastro dos bureaus de crédito. Veja abaixo como checar se seu nome já está limpo. Vale lembrar que este benefício, por enquanto, é apenas para quem tinha dívidas pequenas com bancos contraídas de 1º de janeiro de 2019 até 31 de dezembro de 2022.

Como consultar

Serasa

No site o no aplicativo da Serasa, o consumidor pode verificar a situação de seu CPF. A consulta é feita em três passos:

Primeiro, a pessoa deve acessar o site do Serasa e entrar na página “Consultar CPF grátis”.

Em seguida, será necessário realizar um cadastro e confirmar seu e-mail, caso ainda não o tenha.

Por fim, basta efetuar o login e senha e clicar em “Meu CPF”.

O usuário será direcionado para uma página em que será possível conferir as pendências e também saber outras informações sobre a dívida, como data de negativação, dados da empresa credora e valor pendente.

Haddad sobre Desenrola: ‘Liberamos R$ 50 bilhões para que bancos façam as negociações’

Além do site, o Serasa tem um aplicativo, que pode ser baixado no Google Play ou na App Store.

SPC Brasil

Outra opção para consultar se o nome está sujo é pelo site do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) SPC Brasil.

Desenrola: bancos oferecem prazo de pagamento de até dez anos. Veja condições e como renegociar

Nele, também é possível verificar quais empresas estão aptas a realizar uma negociação e ter informações sobre o score de crédito.

É preciso acessar o site do Cadastro Positivo.

Depois, basta acessar ou criar um acesso com seu CPF.

No caso de ser um primeiro acesso, a plataforma pede para o usuário cadastrar um e-mail e uma senha.

Em seguida, é necessário baixar o aplicativo Google Authenticator para ativar um token. Sempre que usuário realizar um novo acesso, o site vai pedir o código que aparece neste aplicativo.

Com o acesso criado e liberado, basta clicar em “Consulte seu CPF” para checar registros de inadimplência em seu nome.

O SPC Brasil também tem um aplicativo para baixar no Google Play ou na Apple Store.

Boa Vista SCPC

No site do Boa Vista SCPC ou pelo aplicativo “Boa Vista Consumidor Positivo”, disponível no Google Play ou na App Store, também é possível checar se a pessoa tem alguma conta pendente que deixou seu CPF negativado.

O usuário deve acessar a opção “Consulta de CPF”, digitar seu número de CPF e cadastrar dados adicionais.

Logo após o login, já é informado se o nome do usuário está limpo na plataforma.

Pelo Boa Vista SCPC, o consumidor também pode consultar a situação do seu score (a pontuação de crédito e cadastro de bom pagador) e ter informações sobre como aumentar a sua pontuação acessando em “score”.

Outros devedores

Começaram também nesta segunda-feira as renegociações de dívidas bancárias que podem envolver 30 milhões de brasileiros. Poderão ser renegociados os débitos — para quem tem renda de até R$ 20 mil — que levaram à negativação nos bureaus de crédito de 1º de janeiro de 2019 até 31 de dezembro de 2022. Neste caso, os interessados devem procurar os bancos para renegociar.

Na chamada Faixa 1, para quem ganha até dois salários mínimos (R$ 2.640) por mês e tem dívidas de até R$ 5 mil, as negociações começarão a valer somente a partir de setembro, numa plataforma que ainda está em desenvolvimento.

A adesão ao programa por credores, beneficiários e bancos é voluntária. A lista de restrição ao crédito com nomes de pessoas inadimplentes impede o acesso a financiamentos, parcelamento de compras de produtos e acesso a cartões de crédito, entre outras atividades financeiras.

Veja Também